Entrou em vigor linha de apoio às agências de viagens

Por a 23 de Fevereiro de 2021 as 18:12

A Linha de Apoio à Economia COVID-19: Agências de Viagens e Operadores Turísticos,​ gerida pelo Banco Português de Fomento, anunciada pela secretária de Estado do Turismo em entrevista ao Publituris, entrou em vigor esta terça-feira.

Esta linha traduz-se  em empréstimos bancários de curto e médio prazo, exclusivamente para o financiamento das necessidades de tesouraria para o reembolso dos valores recebidos para viagens organizadas (na aceção do Decreto-Lei n.º 17/2018, de 8 de março), que não foram efetuadas ou foram canceladas por facto imputável à pandemia da COVID-19.

Com uma dotação total de 100 milhões de euros, e um prazo de vigência até 30 de junho, podem candidatar-se Micro, Pequenas e Médias Empresas (PME), bem como Small Mid Cap Mid Cap, que desenvolvam atividades de Agências de Viagens e Operadores Turísticos (CAE 79).

As operações de crédito beneficiam de uma garantia autónoma à primeira solicitação, prestada pelas SGM, até 90% do capital de cada um dos empréstimos garantidos a Micro e Pequenas e, até 80% do capital de cada um dos empréstimos garantidos a Médias Empresas, Small Mid Cap e Mid Cap.

Segundo Rita Marques, esta  nova linha “ajudará as agências de viagens e turismo a proceder ao reembolso aos seus clientes dos valores já recebidos, correspondentes a viagens que não foram realizadas ou que foram canceladas em virtude da pandemia da doença COVID-19. Esta linha contribuirá indubitavelmente para restabelecer a confiança dos consumidores, e, bem assim, para estimular futuras reservas junto das agências de viagens e turismo”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *