FITUR 2021 vai mesmo acontecer e organização garante medidas de segurança sanitária

Por a 23 de Fevereiro de 2021 as 18:04

A realização da FITUR – Feira de Turismo de Espanha está confirmada para os dias 19 a 23 de maio, em Madrid. Depois de ter sido considerada “Evento de Excepcional Interesse Público” pelo governo espanhol no início deste ano, o Ministério da Indústria, Comércio e Turismo espanhol, juntamente com os responsáveis da IFEMA, organizadora da feira, ratificaram a realização da FITUR.

Considerada uma das principais feiras de turismo internacional, a realização da FITUR vai servir para relançar o turismo a nível global, mas tem também o objetivo de consolidar Espanha como um destino seguro. Para a sua realização, ficou decidido que vão ser utilizados os recursos necessários para tornar o evento um espaço seguro do ponto de vista da saúde e que visa oferecer uma janela digital para o mundo.

Para a ministra da Indústria, Comércio e Turismo, Reyes Maroto, “a celebração da Fitur é uma boa notícia porque nos permite mostrar ao mundo que Espanha é sinónimo de destino de qualidade e seguro. Além disso, a Fitur será um palco para discutir iniciativas como passaportes de saúde, corredores turísticos, testes diagnósticos, etc. mas também representa um marco para o setor do turismo que encara 2021 com optimismo com a chegada de vacinas que oferecem um horizonte para a reativação do setor”.

Medidas de segurança
Para garantir que a feira se vai realizar com toda a segurança sanitária, a IFEMA vai implementar várias medidas. Além do carácter obrigatório dos testes PCR nos destinos de origem dos participantes e da realização de testes rápidos in loco, foi elaborado um protocolo que reúne todas as medidas necessárias para organizar o fluxo dos participantes e a sua mobilidade. A IFEMA estabeleceu também controlos de capacidade,  distâncias de segurança, eliminação do contato direto por meio de registo digital. Também foram incorporadas as mais recentes tecnologias para segurança da saúde e contagem de participantes e, principalmente, para renovação de ar nos pavilhões.

No que se refere a este último aspecto da ventilação, a IFEMA destaca que foi dada  atenção  à minimização do risco de contágio pelo ar, como os sistemas de ar condicionado. Todos os pavilhões da IFEMA vão estar dotados de um sistema de ventilação que permite garantir a 100% ar do exterior, sendo capazes de renovar todo o ar do pavilhão em cerca de 20 minutos, assegura a organização.

Até à data, o Fitur 2021 “já vendeu 70% da área reservada da IFEMA, com mais de 41.200 metros quadrados”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *