MSC Cruzeiros espera que 2022 já seja “um ano de euforia” no Turismo

Por a 4 de Fevereiro de 2021 as 16:53

O diretor-geral da MSC Cruzeiros Portugal, Eduardo Cabrita, acredita que 2021 vai ser “um ano de transição”, que ainda assim já se poderá revelar “muito simpático em termos de vendas”, mas considera que a retoma turística, pelo menos no setor dos cruzeiros, vai acontecer verdadeiramente em 2022, que deverá ser “um ano de euforia”.

“O ano 2022, partindo do princípio que 2021 será de estabilização para todos os setores, especialmente para o turismo, acreditamos que será, de facto, um ano de euforia, como se calhar não víamos desde a crise do petróleo nos anos 20 ou 30. Portanto, estamos à espera disso”, afirmou o responsável esta quinta-feira, 4 de fevereiro, durante uma conferência de imprensa virtual.

Eduardo Cabrita explicou que, devido à pandemia, o ano de 2020 acabou por ser “um ano de suspensão”, enquanto 2021 deverá ser “um ano de transição”, que a MSC Cruzeiros espera, no entanto, que se venha a revelar até mais interessante do que seria de supor.

“Percebemos perfeitamente que 2020 foi um ano de suspensão. O ano de 2021 também percebemos perfeitamente que é um ano de transição, que não será o melhor ano como gostaríamos, mas acreditamos que ainda será um ano muito simpático em termos de vendas, especialmente para o verão, e obviamente que os cruzeiros Lisboa-Lisboa e, depois, Funchal-Funchal, vão ajudar muito”, acrescentou o responsável.

Como atrativo para o mercado português, a MSC Cruzeiros vai, este verão, contar com uma série de itinerários com partida e chegada a Lisboa, bem como ao Funchal, na Madeira, com a vantagem dos cruzeiros na capital contarem com o novo MSC Virtuosa, que foi entregue à companhia no passado dia 1 de fevereiro.

Este verão, a MSC Cruzeiros vai disponibilizar cinco cruzeiros com partida e chegada a Lisboa, incluindo quatro itinerários de nove noites e que vão ter partida a 18 e 27 de setembro, bem como a 6 e 15 de outubro, com escalas em Barcelona, Marselha, Génova, Málaga e Casablanca, além de um cruzeiro de 10 noites, com saída a 24 de outubro, que inclui as mesmas escalas, bem como paragem em Alicante.

Além destes itinerários, a companhia tem ainda previstos dois mini-cruzeiros de reposicionamento, igualmente a bordo do MSC Virtuosa, o primeiro dos quais com cinco noites e partida de Génova a 22 de setembro, passando por Málaga e Casablanca, enquanto o segundo itinerário tem quatro noites de duração e partida da capital portuguesa a 3 de novembro, com destino a Génova e escala em Barcelona e Marselha.

No caso do Funchal, vão estar disponíveis quatro cruzeiros de 11 noites com embarque e desembarque na capital madeirense, cujas partidas decorrem a 10 e 21 de outubro, bem como a 1 e 12 de novembro, incluindo escalas em Málaga, Civitavecchia (Roma), Génova, Marselha, Barcelona, Casablanca e Santa Cruz de Tenerife.

Todos os cruzeiros previstos para o Funchal vão decorrer no MSC Splendida, sendo que, além dos itinerários de 11 noites, a companhia vai ainda oferecer dois cruzeiros de posicionamento, o primeiro com partida de Génova a 4 de outubro de 2021 e duração de seis noites, enquanto o outro, de cinco noites, tem partida do Funchal a 23 de novembro e destino a Génova.

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *