Novos navios da MSC Cruzeiros reforçam compromisso ambiental da companhia

Por a 29 de Janeiro de 2021 as 10:15

A MSC Cruzeiros vai inaugurar, ao longo deste ano, dois novos navios, o MSC Virtuosa e o MSC Seashore, que fazem parte do programa de expansão da frota da companhia de cruzeiros e que, tal como os restantes navios da MSC Cruzeiros, vêm reforçar o compromisso ambiental da companhia.

“Tal como qualquer navio que se junta à frota da MSC Cruzeiros, estes navios estão a ser equipados com uma vasta variedade de tecnologias e equipamentos ambientais de última geração que minimizarão o seu o impacto”, destaca a companhia de cruzeiros, num comunicado enviado à imprensa.

Os dois navios sistemas híbridos de limpeza de gases de escape (EGCS) e sistemas de redução catalítica seletiva (SCR) de ponta, alcançando uma redução de 98% das emissões de óxido de enxofre (SOx) e reduzindo as emissões de óxido de nitrogênio (NOx) em 90%. Os seus sistemas de tratamento de águas residuais foram projetados de acordo com a Resolução MEPC 227 (64) da Organização Marítima Internacional e atingem padrões de purificação que são mais elevados do que a maioria das instalações de tratamento de águas residuais em terra.

Além disso, os navios serão ainda equipados com ligação de energia shore-to-ship, permitindo que se liguem às redes de energia locais enquanto estão atracados em portos onde esta infraestrutura está disponível.

“O nosso objetivo a longo prazo é atingir uma operação de cruzeiros com impacto zero e este é o caminho em que nos encontramos neste momento. À medida que trabalhamos juntamente com os nossos parceiros para identificar novas tecnologias que nos vão aproximar desse objetivo, a cada novo navio que construímos e colocamos a navegar, continuamos a equipar os nossos navios com as tecnologias mais recentes e eficazes do mercado”, refere Pierfrancesco Vago, Executive Chairman da MSC Cruzeiros.

A MSC Cruzeiros anunciou ainda que estabeleceu uma parceria com vários líderes da indústria para um projeto de pesquisa que promove o transporte marítimo de baixo carbono, através da combinação de tecnologias de energia progressiva e do design inovador de navios.

“Estamos muito satisfeitos com a parceria com líderes na indústria noutros sectores para juntos pesquisar e desenvolver novas soluções que estimulem o caminho para a descarbonização do transporte marítimo. Este é outro exemplo do nosso compromisso para com o desenvolvimento acelerado de tecnologias e soluções ambientais de última geração”, acrescenta Pierfrancesco Vago.

Além destes navios, a MSC Cruzeiros vai ainda receber, em 2022, o MSC World Europa, o primeiro navio movido a gás natural liquefeito (GNL) da companhia e, ainda este ano, começam os trabalhos para um segundo navio a GNL, que será o quinto navio da classe Meraviglia.

“O MSC World Europa figurará entre os navios de cruzeiro mais avançados tecnologicamente do mundo, trazendo uma série de inovações ambientais para o mercado. O principal será um projecto de tecnologia de célula de combustível de óxido sólido movido a GNL de 50 quilowatts, que apresenta um potencial para reduzir as emissões de gases de efeito estufa em mais 25% em comparação com um motor GNL convencional”, refere ainda a companhia de cruzeiros.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *