TPNP estima “regresso à normalidade” na Páscoa e verão de 2022

Por a 25 de Janeiro de 2021 as 12:08

O presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), Luís Pedro Martins, estima um “regresso à normalidade” na Páscoa e verão de 2022 e considera que, este verão, já será possível assistir a alguma retoma, ainda que os níveis de 2019 só devam regressar em 2023.

“Eu diria que junho poderá ser um mês que nos faça reverter esta situação. E, depois, a partir daí, ter a Páscoa de 2022 e o verão de 2022 já com índices muito interessantes e de preferência com o regresso à normalidade”, avançou o responsável à Lusa.

Luís Pedro Martins defende, no entanto, que “atingir valores” de 2019 só se prevê que “possa vir a acontecer em 2023”, sublinhando que o aparecimento de novas variantes do novo coronavírus tem “prejudicado o início de retoma” no setor do turismo mundial.

Apesar do agravamento da situação pandémica, o presidente do TPNP continua a acreditar que a retoma possa recomeçar “no final do primeiro semestre” de 2021 e prevê que, numa primeira fase, sejam os mercados de proximidade a ditar essa retoma.

“Cada vez mais acreditamos que numa primeira fase vamos contar com os mercados de proximidade – Espanha, França, Alemanha e Reino Unido -, e só numa segunda fase com os mercados de longa distância”, disse o responsável, referindo designadamente o mercado brasileiro.

Luís Pedro Martins destacou ainda o lançamento internacional da campanha “Norte lá em cima”, que conta com tradução em inglês, francês e espanhol, e que em breve deverá estar também disponível em mandarim e japonês, estando já “em marcha uma campanha dedicada à abertura dos mercados”.

“O futuro prepara-se hoje. É o momento de dedicarmos a máxima energia à promoção do destino e ao estímulo da operação turística”, disse o responsável, revelando que o TPNP está também na “fase final do lançamento de um canal ‘online’ de atendimento 24 horas, dedicado ao planeamento de viagens para Portugal”.

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *