Governo e associações vão trabalhar em conjunto para viabilizar festivais de verão e concertos em 2021

Por a 15 de Janeiro de 2021 as 17:36
brasileiros

A Associação Portuguesa de Serviços Técnicos para Eventos (APSTE), a Associação de Promotores, Espetáculos, Festivais e Eventos (APEFE), a Associação Portuguesa de Festivais de Música (APORFEST), a Associação Espetáculo –​ Agentes e Produtores Portugueses (AEAPP) e a ministra da Cultura, Graça Fonseca, além de outros representantes da Secretaria Estado Turismo, da Secretaria de Estado da Saúde e da IGAC, reuniram, esta sexta-feira, por videoconferência, com o intuito de criar um grupo de trabalho que visa analisar o impacto da pandemia e, sobretudo, definir as regras ou procedimentos necessários para que, mesmo no atual contexto, se possam realizar diferentes tipos de eventos sem, no entanto, comprometer a saúde pública.

Em comunicado, a  APSTE informa que esta reunião teve como principal ponto de ordem a criação de uma equipa de trabalho para definir “uma estratégia que permita assegurar a possibilidade de, em 2021, se poder desfrutar de um festival de verão ou concerto de música sem colocar em risco a saúde de todos”. “Já se percebeu que, infelizmente, este contexto de pandemia não irá desaparecer tão cedo e, mais do que pedir ajudas do Estado, pretende-se criar as condições necessárias para trabalhar”, completa a associação.

Neste primeiro encontro, a ministra da Cultura ouviu atentamente todas as preocupações e ficou definido que as associações irão delinear um conjunto de medidas para serem analisadas e debatidas dentro de 15 dias.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *