10 mil milhões de euros é o valor do prejuízo da Delta Airlines em 2020

Por a 14 de Janeiro de 2021 as 14:32

A companhia aérea americana Delta Airlines registou, no ano passado, prejuízos de quase 10.000 milhões de euros (12.000 milhões de dólares), face a lucros de 3.800 milhões de euros (4.700 milhões de dólares) em 2019.

Em comunicado, o grupo deu ainda conta de que no último trimestre de 2020 contabilizou perdas de 619 milhões de euros (755 milhões de dólares), que comparam com 820 milhões de euros (mais de mil milhões de dólares de lucros) em lucros, em igual período do ano anterior.

Em comunicado, a empresa indicou que obteve receitas operacionais de 13.000 milhões de euros (15.900 milhões de dólares) no ano passado, uma queda de 66% em relação a 2019, “numa altura em que a pandemia afetou gravemente as viagens aéreas”, lê-se na mesma nota.

“Os resultados do trimestre terminado em dezembro encerraram o ano mais difícil da história da Delta, disse Ed Bastian, diretor executivo da Delta.

“Ainda que os nossos desafios continuem em 2021, acredito que este será um ano de recuperação e um ponto de viragem que resultará numa Delta ainda mais forte e com um regresso ao crescimento da receita” e rentabilidade da companhia, indicou.

“Estamos a estimar três fases distintas em 2021. O início do ano será caracterizado por uma retoma de procura instável e uma curva que se mantém comprimida, seguida por um ponto de inflexão e finalmente por uma recuperação sustentada, à medida que a confiança começa ganhar terreno, a vacinação torna-se mais generalizada e os escritórios voltam a funcionar”, disse o presidente da companhia, Glen Hauenstein, citado na mesma nota.

As estimativas para o primeiro trimestre da Delta mostram que a companhia conta com uma queda entre 60% e 65% das receitas e uma redução de capacidade de 35%.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *