Qatar Airways confia na recuperação gradual em 2021

Por a 29 de Dezembro de 2020 as 14:14

A Qatar Airways está confiante de que, no próximo ano, a indústria das viagens e turismo vai continuar a “recuperar gradualmente”, “especialmente no segundo semestre” do ano, devido ao surgimento da vacina contra a COVID-19.

“Olhando para o futuro, esperamos que a indústria global de viagens e turismo continue a recuperar gradualmente. Os desenvolvimentos para lançar uma vacina em todo o mundo parecem promissores, o que nos dá mais confiança, especialmente no segundo semestre de 2021”, afirma Akbar Al Baker, CEO da companhia aérea de bandeira do Qatar.

Num comunicado enviado à imprensa, em que a Qatar Airways faz o balanço de 2020, que considera ter sido “um dos mais desafiantes anos na história da aviação”, o responsável destaca, no entanto, os objetivos alcançados pela companhia aérea do Qatar, que nunca deixou de voar, mesmo na fase mais critica da pandemia.

“Na Qatar Airways, nunca fugimos a um desafio e estou imensamente orgulhoso da nossa resposta. Em primeiro lugar, nunca paramos de voar durante a pandemia, cumprindo nossa missão de levar os passageiros retidos para casa em voos regulares e fretados. Conseguimos fazer isso graças à nossa frota de aeronaves modernas e econômicas, que nos permitem responder rapidamente às mudanças do mercado”, destaca Akbar Al Baker.

O CEO da Qatar Airways lembra que a transportadora foi capaz de recuperar a sua rede de destinos, que ficou reduzida a 33 destinos em maio, mas que, atualmente, conta já com 110 destinos e deverá chegar aos 129 destinos em março de 2021.

“Até lançamos sete novos destinos durante a pandemia para atender à procura, de modo que os passageiros possam viajar com uma companhia aérea em que possam confiar”, acrescenta o responsável na informação divulgada.

Para o futuro, as perspetivas da Qatar Airways são positivas, até porque, lembra ainda Akbar Al Baker, o Qatar vai ser palco, em 2022, do Mundial de Futebol, o que deverá levar a um aumento do interesse e da procura pelo destino, onde se localiza o hub da companhia aérea.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *