Porto é a melhor cidade com menos de 250 mil habitantes para viver em 2021

Por a 2 de Dezembro de 2020 as 13:09

O Porto é a melhor cidade com menos de 250 mil habitantes para viver em 2021, de acordo com a segunda edição do Small Cities Index, o índice de cidades pequenas que é anualmente elaborado pela revista Monocle.

A cidade do Porto passou da nona posição obtida em 2019 para a liderança deste ranking e, de acordo com a publicação britânica, o principal motivo foram os portuenses, que são conhecidos “pela sua atitude trabalhadora e prática”, mas que gostam também de tomar um copo de vinho com os amigos.

Nos arredores Porto, a Monocle destaca ainda a vasta oferta de mobiliário e moda, indústrias que “ajudaram o Porto a tornar-se num próspero centro criativo”, onde existe uma ampla oferta cultural e que prima pelo ambiente cosmopolita, apesar de se tratar de uma cidade relativamente pequena.

Além do Porto, o top3 do Small Cities Index da Monocle inclui também a cidade belga de Lovaina, que ficou na segunda posição, bem como a cidade de Itoshima, no Japão, que completa o pódio.

Apesar de não ter nenhuma cidade no pódio, a Suíça é, no entanto, o país mais representado no Small Cities Index da Monocle, incluindo três cidades no Top10 deste ranking, concretamente Lucerna, que ocupa o quarto lugar, Lausanne, que no ano passado ficou no primeiro lugar mas que desceu, este ano, para o sexto lugar, e Basileia, que ficou colocada na sétima posição.

No Top10 deste ranking encontram-se ainda as cidades de Bolzano, em Itália, Aaslbor, na Dinamarca, e Bergen, na Noruega, que ocupam a oitava, nona e décima posições do Small Cities Index, respetivamente.

No total, o Small Cities Index inclui 25 cidades, 18 das quais localizadas em 12 países europeus, concretamente Portugal, Bélgica, Suíça, Itália, Dinamarca, Noruega, Holanda, Áustria, Alemanha, Reino Unido, França e Eslovénia.

Por continentes e além das cidades europeias, a lista contempla três cidades asiáticas, concretamente Itoshima e Aomori, ambas no Japão, e Taitun, em Taiwan; bem como duas americanas, nomeadamente Victoria, no Canadá, e Burlington, nos EUA, às quais se juntam ainda Wellington, na Nova Zelândia, e Victoria, nas Seychelles.

A vida noturna, oportunidades comerciais, hospitalidade, acessibilidades e preocupações ambientais foram alguns dos critérios pelos quais as cidades foram avaliadas neste ranking.

 

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *