Aeroporto Internacional de Havana reabriu domingo para voos comerciais e charters

Por a 16 de Novembro de 2020 as 12:02

O Aeroporto Internacional José Martí de la Habana, na capital cubana, reabriu este domingo, 15 de novembro, aos voos comerciais e charters, depois de oito meses encerrado devido à pandemia da COVID-19, avança o jornal espanhol Hosteltur, que cita o Instituto de Aviação Civil de Cuba (IACC).

De acordo com a informação avançada, a reabertura do aeroporto de Havana prevê que os passageiros realizem testes à COVID-19 à chegada a território cubano, sendo, por isso, cobrada uma taxa de 50 dólares para cobrir os custos com os testes realizados aos passageiros estrangeiros e aos cubanos não residentes, já que para os residentes os testes são gratuitos.

A obrigatoriedade de realizar o teste à chegada a Cuba é uma das medidas que já estavam em funcionamento noutros aeroportos cubanos, ao abrigo de um protocolo de saúde e segurança contra a COVID-19 estabelecido pelas autoridades cubanas e que passou agora a ser seguido também no aeroporto de Havana.

Além da realização do teste, os passageiros devem permanecer em quarentena nas 48 horas seguintes à realização do teste e fornecer os seus contactos às autoridades para serem avisados no caso do teste se revelar positivo.

Devido à realização dos testes, acrescenta o Hosteltur, estão a ser aplicadas restrições à bagagem que os passageiros podem transportar, uma vez que o serviço de fronteiras cubano pretende agilizar os procedimentos para que os testes sejam realizados no menor tempo possível, motivo pelo qual a bagagem permitida foi reduzida para um máximo de dois volumes de 32Kg e um volume de bagagem de mão com 10Kg.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *