Já arrancou o novo programa de testes antes da partida do Aeroporto de Heathrow

Por a 20 de Outubro de 2020 as 16:00

O Aeroporto de Heathrow, em Londres, Reino Unido, começou esta terça-feira, 20 de outubro, a disponibilizar testes rápidos à COVID-19 antes da partida nos voos para Hong Kong e para Itália, países que exigem que os passageiros tenham um teste negativo à COVID-19 antes da viagem.

De acordo com a imprensa internacional, o custo destes testes rápidos é suportado pelos próprios passageiros, sendo o preço de 80 libras (cerca de 88 euros) e devem ser pré-agendados antes da chegada dos passageiros ao aeroporto.

Os testes estão a ser realizados nos terminais 2 e 5 da infraestrutura aeroportuária, a partir dos quais são realizados os voos da British Airways, Catai Pacific e Virgin Atlantic, as companhias aéreas que voam entre Heathrow e Hong Kong ou Itália, sendo os resultados conhecidos em 60 minutos.

O aeroporto de Heathrow conta manter as instalações onde são realizados os testes em funcionamento de forma experimental durante as próximas quatro semanas, sendo possível que este período venha a ser alargado, em função da procura registada ao nível dos passageiros e companhias aéreas.

Apesar da disponibilização de testes antes da partida ser inovadora, a imprensa britânica nota que o Aeroporto de Heathrow ainda não está a realizar testes à chegada, isto apesar de até ter as instalações preparadas para esse efeito há meses, continuando dependente da autorização do governo britânico para que os passageiros dispensem a quarentena, em caso de resultado negativo.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *