“Há agora condições para desenhar uma marca de destino única”

Por a 1 de Outubro de 2020 as 14:54

O atual presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), Luís Pedro Martins, tomou  posse esta quinta-feira, 1 de outubro, como novo presidente da Associação de Turismo do Porto (ATP), passando a acumular os dois cargo, o que representa um “momento histórico” para a associação, já que a estratégia das duas entidades passa a estar alinhada.

“Há agora condições para desenhar uma marca de destino única e o respetivo plano de marketing alinhado com a estratégia de desenvolvimento turístico do destino”, sublinha Luís Pedro Martins, citado num comunicado enviado à imprensa.

A eleição de Luís Pedro Martins para a presidência da ATP vai permitir “unificar as lideranças das duas organizações de turismo da região Norte, e assim definir e implementar uma estratégia comum de promoção do destino nos vários mercados emissores”.

“Vivíamos uma situação sui generis, que não se verificava em mais nenhuma região do País, com uma estratégia bicéfala de promoção do destino. Se no passado já não fazia sentido, hoje, perante o grande desafio que será o pós-covid, é vital estarmos unidos”, acrescenta o responsável, no mesmo comunicado.

As eleições para a presidência da ATP decorreram no passado dia 17 de setembro e contaram apenas com a lista liderada por Luís Pedro Martins, que alcançou um total de 98,5% dos votos, naquelas que foram as eleições mais participadas de sempre da história da associação.

Além das vantagens ao nível da promoção, a liderança comum da ATP e da TPNP vai também permitir a “integração funcional entre as equipas de marketing e comunicação”, de forma a responder “às necessidades e desafios dos negócios do turismo e às necessidades do crescimento sustentável dos territórios”, refere ainda o responsável.

Na nota enviada à imprensa, a ATP explica que, ainda antes destas eleições, as duas entidades tinham já assinado um memorando de entendimento que previa o “reforço da cooperação recíproca das partes”, de forma a assegurar que ambas partilha a “mesma visão estratégica para o desenvolvimento turístico do Porto e Norte de Portugal” e a permitir a “exploração e a exponenciação das sinergias daí potencialmente resultantes”.

“Tendo em vista cumprir estes propósitos, a ATP alterou os seus estatutos, modificando, nomeadamente, a natureza, composição e designação dos seus órgãos sociais, permitindo a intervenção da TPNP no Conselho Estratégico e na Direção da ATP”, recorda a associação.

Além de Luís Pedro Martins, a nova Direção da ATP conta também com Ricardo Valente, vereador da Câmara Municipal do Porto; Nuno Botelho, representante da Associação Comercial do Porto; Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga; Fernando Vieira, representante da ANA – Aeroportos de Portugal; Ana Pinho, representante da Fundação Serralves, entre outros representantes de classes setoriais da hotelaria, turismo e restauração.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *