United Airlines vai disponibilizar testes à COVID-19 aos passageiros

Por a 25 de Setembro de 2020 as 15:07

A United Airlines vai passar a oferecer aos passageiros que viajem entre São Francisco e o Havai, a partir de 15 de outubro, a possibilidade de realizarem um teste à COVID-19 antes do embarque, tornando-se na primeira companhia aérea dos EUA a oferecer esta hipótese aos seus clientes.

De acordo com o Washington Post, a realização de testes insere-se num projeto piloto da companhia aérea norte-americana que coincide com a reabertura dos voos para o Havai e prevê que os passageiros possam realizar o teste antes do embarque e que, caso o resultado seja negativo, dispensem a realização de uma quarentena de 14 dias, conforme está previsto nos requisitos para entrar neste estado norte-americano.

“O nosso novo programa de testes à COVID-19 é mais uma forma de ajudarmos os nossos clientes a chegarem aos seus destinos”, destaca Toby Enqvist, chief customer officer da United Airlines.

Segundo o responsável, a companhia pretende alargar o programa de testes a outros destinos e a mais aeroportos nos EUA até ao final do ano, como forma de complementar as medidas de higiene e segurança adotadas pela United Airlines e que, entre outras políticas, prevê o uso obrigatório de máscara, assim como a limpeza e desinfeção das aeronaves.

Os passageiros da United Airlines podem optar por realizar um teste rápido no aeroporto, cujo resultado é conhecido em apenas 15 minutos, ou por fazerem eles próprios a colheita para um teste tradicional até 72 horas antes da partida, sendo os custos dos testes suportados pelos passageiros, com o Washington Post a revelar que os testes rápidos vão ter um  custo de 250 dólares, enquanto os outros testes custam 80 dólares.

 

 

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *