Rota Vicentina preocupada com crescimento de campismo selvagem e lixo deixado pelos visitantes

Por a 7 de Agosto de 2020 as 12:33

A Associação Rota Vicentina emitiu um comunicado em que apela a “uma conduta consciente de por parte de todos os visitantes deste destino, “com destaque para a prática do campismo e caravanismo, que deve acontecer exclusivamente nos parques de campismo da região”.

A associação escreve que “é com forte preocupação que os habitantes locais constatam uma crescente tendência do campismo e caravanismo selvagem nas falésias e praias da região, parqueamento abusivo em parques de estacionamento urbanos e das próprias praias, terrenos privados e áreas onde a sua circulação é inclusive proibida, com as respectivas consequências ao nível de impactos paisagísticos, ambientais e sociais”.

“A realidade é que a dimensão do fenómeno já ultrapassou há muito a real capacidade de carga da região, e passou a ser frequente encontrar lixo e dejectos humanos ao longo da costa”, alerta a associação.

Tratando-se de um Parque Natural, a Rota Vicentina defende “uma conduta responsável e contida no enquadramento legal que proíbe o campismo e caravanismo selvagem, mas sobretudo uma maior co-responsabilização de todos os amantes desta costa tão selvagem, para que assim possa permanecer por muitos anos”.

A Associação Rota Vicentina é uma Associação sem Fins Lucrativos, responsável pela gestão do projecto Rota Vicentina, apoiada por uma rede de 200 empresas de diferentes setores assim como operadores turísticos internacionais, comprometidos não só com uma oferta de alta qualidade como com a sustentabilidade da região.

2 comentários

  1. Artur

    10 de Agosto de 2020 at 3:09

    Para costa vicentina nem pensar. Portugal e grande e a sitius que somos bem recebidos.
    Prefiro gastar onde somos bem recebidos.

  2. Está associação bem podia incentivar os autarcas locais a criarem condições de acolhimento aos autocaravanistas.
    Falem com associações ou clubes que se dedicam exclusivamente à defesa deste tipo de turismo itinerante e encontrarão soluções fáceis e baratas.
    O retorno para o comércio local virá ajudar a criar um bom clima entre todos.
    Caminhar de mãos dadas exclusivamente com a repressão será sempre um ato falhado.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *