TdP lança campanha de sensibilização para autocaravanismo sustentável

Por a 17 de Julho de 2020 as 10:09

Foi inaugurada a primeira Área de Serviço para Autocaravanas (ASA) que dá início ao Programa de Ação que prevê, até ao final de 2021, a criação de uma rede nacional inteligente de áreas de serviço para autocaravanas – Life Campers.
O projeto está a ser iniciado no Alentejo e Ribatejo, em 27 municípios que apresentaram 41 candidaturas ao apoio financeiro no âmbito do Programa Valorizar, para criação ou requalificação de ASA nos respetivos territórios.

Estas 28 candidaturas iniciais representam um investimento global de 3 milhões de euros, e um apoio financeiro aprovado de 2 M€. O objetivo é o alargamento do projeto a todo o país, com a abertura de novas linhas de apoio do Programa Valorizar e em articulação com as várias Entidades Regionais de Turismo.

Nestas áreas de serviço, em funcionamento permanente 24 horas por dia, os autocaravanistas encontram espaços destinados ao estacionamento e pernoite das autocaravanas, que asseguram o fornecimento de energia elétrica, bem como de abastecimento de água e despejo de resíduos sólidos.

Além da cobertura de todo o território nacional, a gestão destes espaços será em rede, através da ligação a uma plataforma eletrónica comum que permite a sua georreferenciação, informação atualizada sobre os serviços disponíveis em cada ASA, monitorização da ocupação e reservas online.

Em paralelo, estão previstas ações de sensibilização dirigidas aos autocaravanistas no sentido de divulgar as boas práticas da modalidade, e também, um reforço da fiscalização e do sancionamento de situações ilegais, tendo sido estabelecidos protocolos de colaboração com a GNR, PSP, Autoridade Marítima Nacional e ICNF (Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas).

A campanha de sensibilização Life Campers apela à necessidade de respeito pelo território, o ambiente e as populações locais, à utilização de locais adequados para estacionamento e pernoita e à adoção de boas práticas nesta modalidade. Trata-se de uma campanha colaborativa, com conceito e imagem do Turismo de Portugal, para ser utilizada por todos os parceiros (empresas de aluguer de caravanas, ERT, ASA, etc.) através de diversos materiais informativos e promocionais.

O Turismo de Portugal, em colaboração com a Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal e as Associações do setor, desenvolveu também um Guia de Boas Práticas de Sustentabilidade para o Autocaravanismo, e está a implementar boas práticas sanitárias para a prática desta modalidade, alinhadas com as orientações da DGS, com formação às empresas e colaboradores no âmbito da iniciativa Clean & Safe.

2 comentários

  1. Agostinho Portela

    18 de Julho de 2020 at 7:06

    Opinião positiva,deve ser pago os abastecimentos,não deve ser pago os despejos,
    nem o estacionamento,mas
    limitado. Deve haver fisca-lização e ponição para quem
    não cumprir as regras.
    Obrigado

  2. Paulo Moz Barbosa

    18 de Julho de 2020 at 0:52

    Na notícia é referido que “O Turismo de Portugal, em colaboração com a Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal e as Associações do setor, desenvolveu também um Guia de Boas Práticas de Sustentabilidade para o Autocaravanismo, e está a implementar boas práticas sanitárias para a prática desta modalidade, alinhadas com as orientações da DGS, com formação às empresas e colaboradores no âmbito da iniciativa Clean & Safe.” o que carece de ser confirmado.
    A que Associações se refere o TdP? A que Guias de Boas Práticas se refere e quais os seus conteúdos?
    Sem o conhecimento cabal destas duas questões, considero pura propaganda o conteúdo da frase que acima se transcreve.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *