British Airways, EasyJet e Ryanair processam governo britânico

Por a 12 de Junho de 2020 as 10:38

As companhias aéreas British Airways, EasyJet e Ryanair lançaram uma ação legal contra o Governo britânico para eliminar a quarentena imposta aos viajantes que chegam ao Reino Unido.

Numa declaração conjunta, as empresas declararam que a quarentena em vigor desde segunda-feira, com um período mínimo de três semanas, “terá um efeito devastador no turismo e na economia do Reino Unido e destruirá milhares de empregos”

As companhias aéreas pediram que o assunto fosse levado à justiça o mais depressa possível. Segundo as empresas, a quarentena é muito restritiva e não se baseia em nenhuma consulta ou evidência científica.

As companhias aéreas apontam que a medida tem isenções quanto aos franceses e alemães que vão ao país todas as semanas e tem como alvo viajantes de países onde as taxas de contaminação pelo novo coronavírus são mais baixas do que as do Reino Unido.

O Governo britânico sugeriu que poderia estabelecer pontes aéreas para certos países, a fim de não comprometer o renascimento do turismo há muito aguardado pelo setor aéreo.

Mas as três empresas duvidam desse dispositivo e pedem ao Governo que restabeleça a quarentena introduzida em 10 de março, válida apenas para viajantes de países de alto risco.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *