Medidas de apoio ao turismo | Joaquim Robalo de Almeida

Por a 25 de Maio de 2020 as 14:54

Por Joaquim Robalo de Almeida, Secretário-Geral da ARAC-Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis sem Condutor

Com a pandemia que está a abalar o mundo neste século, a atividade de rent-a-car em Portugal está a viver a sua pior crise de sempre.
A ARAC tem acompanhado e representado as empresas suas associadas de forma permanente (24 horas por dia) nunca tendo encerrado os seus serviços na sede, embora o atendimento tenha sido maioritariamente pelos canais digitais.
Todo um trabalho é feito diariamente junto do Governo, entidades públicas e privadas, tanto a nível nacional como internacional.
Se é certo que o Governo atendeu atempadamente a várias das propostas apresentadas, que estão em funcionamento e com as quais nos congratulamos, outras de grande importância para o setor não tiveram ainda qualquer tipo de resposta por parte do Governo.
Referimo-nos entre outras aos pedidos apresentados em Abril ao Senhor Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais e ao Senhor Ministro Adjunto, da Economia e da Transição Digital, os quais respeitam ao Pagamento Especial por Conta e ao Pagamento por Conta em sede de IRC, bem como ao IUC – Imposto Único de Circulação.
No que respeita á situação laboral, a ARAC encara com grande preocupação o termo da vigência da lei que regulamenta o Lay-off simplificado para 30 de Junho, a qual se não for prorrogada poderá implicar o despedimento de muitos trabalhadores e o encerramento de empresas.

Nota de editor: O Publituris vai publicar, ao longo dos próximos dias, uma lista de medidas de apoio ao turismo, com base na opinião e visão de 28 personalidades que trabalham neste setor em diversas áreas direta ou indiretamente.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *