Algarve garante segurança na reabertura dos campos de golfe

Por a 19 de Maio de 2020 as 15:21
Golfe

Os campos de golfe do Algarve retomaram a atividade no início de maio e estão a cumprir rigorosos protocolos sanitários de forma a garantirem a segurança dos praticantes, sublinha a Associação de Turismo do Algarve (ATA), num comunicado enviado à imprensa.

“Este é um sinal do esforço da indústria do golfe da região, e da sua resiliência, em acompanhar a exigente dinâmica que a situação de pandemia criou desde que foi decretada. Seguindo as recomendações da Federação, do Conselho Nacional da Indústria do Golfe e da Direção-Geral de Saúde, passamos a mensagem de que é possível voltar a jogar com confiança nos nossos campos, que em 2019 contabilizaram mais de um milhão de voltas”, explica João Fernandes, presidente da ATA, na informação divulgada.

Segundo a ATA, os mais de 40 campos de golfe da região reabriram “em condições plenas de segurança para os praticantes e funcionários das instalações desportivas” e esperam “atrair os habituais praticantes da modalidade com a retoma das viagens e a abertura gradual das fronteiras”.

No mesmo comunicado, a ATA destaca que os campos de golfe não são o único exemplo da retoma da atividade turística no Algarve, uma vez que, diz a associação, “aos poucos, a região vai saindo do confinamento imposto pela pandemia e já se veem marinas e empresas de rent-a-car a funcionar”.

“Este mês, 33% das unidades hoteleiras também já estão abertas, subindo a percentagem para os 75% em junho, segundo um inquérito realizado pelo Turismo do Algarve. A estes juntam-se os restaurantes, que reabriram as portas no início desta semana, os parques de campismo, as áreas de serviço de autocaravanas e ainda os mercados e feiras, polos habituais de atração no Algarve pela qualidade dos produtos e pelo típico ritual da compra de proximidade aos vendedores locais”, destaca o comunicado da ATA.

Para João Fernandes, “a retoma é naturalmente lenta”, uma vez que é necessário cumprir “um conjunto de normas que permitam reativar os negócios de forma responsável”, ainda que se mostre confiante de que o turismo algarvio possa demonstrar alguma vitalidade já este ano, nomeadamente com a abertura de época balnear.

“Com o anunciado arranque da época balnear a 6 de junho, fator importante pelo óbvio impacto do produto Sol e Mar no Algarve, e com o esperado restabelecimento da liberdade de circulação no espaço Schengen há esperança de alguma vitalidade para o setor do turismo algarvio ainda este ano”, conclui o presidente da ATA.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *