Coimbra Business School lança Pós-Graduação em Branding Territorial

Por a 11 de Maio de 2020 as 12:37

A Coimbra Business School vai iniciar, em setembro, uma pós-graduação em Branding Territorial, dando resposta” às necessidades de um setor em enorme expansão, mas praticamente sem oferta formativa ao nível da rede de ensino superior”.

A formação será lançada no próximo dia 13 de maio às 18h30 na página oficial do Facebook da Coimbra Business School e conta com a participação de Pedro Costa (Presidente da Coimbra Business School), Madalena Abreu (Coordenadora da Pós Graduação), João Paulo Craveiro (Coordenador da Pós Graduação), Cristóvão Monteiro (Coordenador da Pós Graduação), António Saraiva (Presidente da CIP – Confederação Empresarial de Portugal), Pedro Machado (Presidente do Turismo Centro de Portugal), Jorge Loureiro (Vice-Presidente da AHRESP) e Tiago Quaresma (Administrador da Comur – Conserveira de Portugal). Esta Pós-Graduação conta com o apoio institucional da CIP – Confederação Empresarial de Portugal, do CEIT – Centro Estratégico de Inovação Territorial, do Turismo Centro de Portugal, da AHRESP e da Comur – Conserveira de Portugal. Integra para além destes, uma parceria com a Revista Smart Cities, Meios & Publicidade, Publituris e Revista Líder.

De acordo com a Coimbra Business School, “trata-se de uma abordagem sistémica, para lá da visão clássica do planeamento e gestão do território, incluindo a cada vez mais importante reabilitação urbana, até à elaboração de planos estratégicos de marketing territorial.”

A sustentabilidade do desenvolvimento, nos seus diversos pontos de vista, é uma preocupação cada vez mais atual. Quando a estabilidade se torna cada vez mais improvável, obrigando à possibilidade de existência de respostas flexíveis e mais adequadas às novas e mais exigentes solicitações, é necessária uma nova visão do território e da sua ocupação, refere a coordenação da pós-graduação num comunicado enviado à imprensa.

As novas tecnologias fornecem respostas a antigas, mas também novas e muitas vezes inesperadas situações, de que a pandemia viral atual é um exemplo chocante. Trata-se apenas de mais uma prova da necessidade de novas abordagens na gestão territorial que passem por uma visão holística da realidade complexa, integrando territórios urbanos e não urbanos e respetivas populações não segregadas e partilhando vantagens e desvantagens respetivas. A deteção de capacidades próprias permitindo vantagens comparativas possibilita o seu tratamento e desenvolvimento como marca específica e bem definida.

Esta pós-graduação está pensada para fornecer precisamente estas capacidades, destinando-se primordialmente, mas não só, a autarcas, gestores públicos, marketeers, decisores e técnicos de empresas municipais e agências de desenvolvimento local e a todos os profissionais que trabalhem em cargos de direção no sector público ou privado em matérias relacionadas com o poder local e respetivo desenvolvimento regional.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *