“Só o G20 pode dar uma resposta coordenada de recuperação à crise da Covid-19”, diz WTTC

Por a 22 de Abril de 2020 as 15:28

O Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC) apela aos ministros do Turismo do G20 que liderem uma recuperação unida e coordenada para o setor de viagens e turismo da crise COVID-19.

O WTTC, que representa o setor privado global de viagens e Turismo, diz que, “apenas o G20 tem o poder de influenciar e impulsionar um esforço coordenado de recuperação necessário para preservar o setor”.

A  reunião dos responsáveis do turismo, que ocorrerá na sexta-feira, 24 de abril, deve discutir como combater a crise que afeta todo o setor de viagens e turismo.

Segundo a análise do WTTC, o surto de Covid-19 ameaça o emprego de 75 milhões de pessoas em todo o mundo e um milhão de empregos por dia, impactando significativamente os principais mercados de origem.

Antes da reunião, o WTTC elogiou o G20 por “congelar a dívida dos países mais pobres do mundo como um passo importante para permitir que estes países reforcem seus sistemas de saúde, salvem vidas e combatam a Covid-19”.

Gloria Guevara, presidente e CEO do WTTC, disse: “O G20, que impulsionou a recuperação após a crise financeira em 2008, e a recente ação decisiva para congelar a dívida, prova que este fórum é a melhor plataforma para impulsionar, com a velocidade e agilidade necessárias, as ações urgentes para salvar o setor global de viagens e turismo e permitir que ele sobreviva e prospere”.

“O WTTC propõe que os ministros do turismo que participam da reunião se comprometam totalmente com o setor privado a quatro princípios-chave para alcançar uma recuperação mais rápida.

“Isso envolveria a inclusão do setor privado na resposta coordenada, garantindo que todas as medidas colocassem o viajante no centro da ação. Isso incluiria proporcionar aos turistas viagens com padrões aprimorados de segurança sanitária com recurso à tecnologia, desenvolvendo protocolos conjuntos de saúde pública-privada, bem como pacotes de suporte contínuos para o setor de turismo, além do levantamento do bloqueio para a recuperação”.

Os quatro princípios do WTTC para garantir a rápida recuperação do setor de viagens e turismo e da economia global após o final do surto de Covid-19 incluem  uma abordagem coordenada entre público e privado no G20 para  remover barreiras às viagens e reabrir fronteiras, a criação de experiências de viagem que combinem as mais recentes tecnologias e protocolos para aumentar os padrões de saúde, o desenvolvimento de um trabalho conjunto entre o setor privado e especialistas em saúde para definir padrões globais para o novo normal, e a ajuda financeira a trabalhadores e empresas para promover uma rápida recuperação.

A importância económica do setor de viagens e turismo para o G20 é demonstrada pelo último relatório de impacto económico do WTTC 2020, que mostra que o turismo gerou mais de 211 milhões de empregos, ou 9,5% da força de trabalho total do G20.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *