Governo espanhol altera temporariamente diretiva europeia das viagens organizadas

Por a 1 de Abril de 2020 as 10:42

O governo espanhol aprovou, esta terça-feira, uma modificação pontual e temporária da normativa das viagens organizadas.
Esta era uma reivindicação que as diferentes associações patronais do país vizinho vinham a solicitar para fazer face à crise causada pela Covid-19 e a onda de cancelamentos que surgiu.
Segundo a ACAVE, associação constituída por 500 agências de viagens espanholas, valorizou a alteração mas avisa que mantém a denúncia às companhias aéreas.
Com esta modificação aprovada, nos casos em que os fornecedores reembolsam com vouchers, as agências de viagens também podem reembolsar os serviços com vouchers, que podem ser resgatados em dinheiro pelos consumidores um ano após o término do estado de alarme, se não forem utilizados.

A ACAVE considera que esta flexibilidade pode ser “uma solução para os casos em que os diferentes fornecedores envolvidos numa viagem combinada não possuem os seus próprios regulamentos que exigem que façam reembolsos em dinheiro”.
A modificação aprovada também estende até 60 dias o período que as agências de viagem têm para fazer reembolsos a seus clientes.
“Isso permite que, diante da enxurrada de cancelamentos devido à COVID-19, as agências de viagens possam gerir adequadamente com todos os fornecedores o cancelamento de serviços (companhias aéreas, alojamento e atividades) e façam tudo ao seu alcance para obter o reembolso da parte deles para benefício dos seus clientes”, acrescenta a associação.

Um comentário

  1. Informaçao certa

    2 de Abril de 2020 at 9:20

    Para quando esta medida em Portugal ?

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *