Linha de crédito do Turismo de Portugal já recebeu 2.000 candidaturas

Por a 31 de Março de 2020 as 16:47

A Linha de Apoio à Tesouraria para Microempresas do Turismo que o Turismo de Portugal lançou para ajudar as empresas mais pequenas que foram afetadas pela crise provocada pela pandemia de COVID-19 já recebeu mais de duas mil candidaturas, que totalizam cerca de 20 milhões de euros, tendo sido aprovados incentivos no valor de 3,7 milhões de euros.

“As microempresas que solicitaram este apoio são de áreas tão diversas como Restauração e Bebidas (32%), Alojamento Local (24%), Animação Turística e Organização de Eventos (19%), Agências de Viagens (18%), Empreendimentos Turísticos (6%) e Rent-a-Car (1%)”, revela o Turismo de Portugal, num comunicado enviado à imprensa esta terça-feira, 31 de março.

Com uma dotação de 60 milhões de euros, podem candidatar-se a esta Linha de Apoio as empresas e empresários em nome individual, com menos de 10 postos de trabalho e cujo volume de negócios anual ou balanço total anual não exceda os 2 milhões de euros, com atividade em território nacional e certificação PME.

De acordo com o Turismo de Portugal, o apoio financeiro é calculado tendo em conta o número de trabalhadores existente na empresa em fevereiro de 2020, multiplicado por 750 euros por cada trabalhador e pelo período de três meses, até ao montante máximo de 20 mil euros por empresa.

“Este apoio não vence juros e é reembolsado no prazo de três anos, incluindo um período de carência de 12 meses. As candidaturas são submetidas através de formulário a preencher no Portal Business do Turismo de Portugal”, explica ainda o instituto.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *