Grupo Turim vai explorar Mosteiro de Lorvão em Penacova

Por a 26 de Março de 2020 as 9:26

O Mosteiro de Lorvão, em Penacova, no distrito de Coimbra, é mais um dos imóveis do programa Revive que a Imobimacus – Sociedade Administradora de Imóveis, S. A., do Grupo Hotéis Turim ganhou concessão.

Depois da recente adjudicação do Paço Real de Caxias, em Oeiras, a Imobimacus ganha agora a concessão do Mosteiro do Lorvão, em Penacova, onde deverá realizar um investimento na ordem dos 6,9 milhões de euros para a recuperação do imóvel e instalação de um estabelecimento hoteleiro, com cerca de 90 quartos. A renda anual devida pela concessionária ao Estado é de 40 mil euros.

O Mosteiro de Lorvão, classificado Monumento Nacional, foi fundado em 878, pouco depois da reconquista cristã de Coimbra, pelos monges de Cluny, pertencentes à Ordem de São Bento. Em 1206, passou a albergar a Ordem de Cister.  Passou para a posse do Estado, em 1834, com a extinção das ordens religiosas, tendo mantido funções religiosas até à morte da última freira em 1887. Já no século XX, todo o imóvel foi requalificado para acolher um hospital psiquiátrico, encerrado em 2012.

A 15 minutos de Penacova e a 30 minutos de Coimbra, o mosteiro está implantado no vale da Ribeira de Lorvão, muito perto do Rio Mondego e das suas praias fluviais.
O imóvel vai ser concessionado por 50 anos, prevendo-se a sua abertura ao público como estabelecimento hoteleiro em meados de 2022.

Saiba mais: Revive: Concurso para a concessão do Paço Real de Caxias já tem vencedor

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *