O que fazer? IPDT responde às principais preocupações dos empresários de Turismo

Por a 25 de Março de 2020 as 9:16

O IPDT lançou uma linha de apoio gratuito dirigida aos empresários do turismo que procurem soluções para fazer frente aos impactos e desafios colocados pela COVID-19, com o objetivo de começar já a preparar o futuro do setor.

Os pedidos de apoio e informação que têm chegado por parte dos agentes turísticos são “bastante abrangentes e englobam todas as áreas de atuação do IPDT: financiamento, mercado de trabalho, comunicação, comportamento de mercado, decisões estratégicas e formação de RH”.

Após uma análise detalhada às medidas e ações vigentes, o IPDT respondeu a todas as solicitações e apresenta um conjunto de recomendações estratégicas que “os agentes de turismo devem adotar já nas próximas semanas”.

Financiamento

O financiamento é uma das questões mais sensíveis para o setor, que está a procurar de forma ativa algumas soluções neste âmbito.

Os agentes procuram esclarecimentos sobre a linha de apoio às microempresas lançada pelo Turismo de Portugal (em que consiste o apoio, quem é elegível e como se podem candidatar); sobre a suspensão dos pedidos de reembolsos de projetos apoiados pelo Turismo de Portugal (programa JESSICA, linha de apoio à qualificação da oferta e programa Valorizar) e ainda sobre a abertura de linhas de crédito por parte do governo.

Recomendação IPDT: Como resposta a estas solicitações, o IPDT tem preparado conteúdos sistemáticos que visam auxiliar os empresários na submissão de pedidos e candidaturas junto das entidades que  estão a gerir as linhas de apoio/crédito.

Mercado de Trabalho

Este é um momento em que se está a verificar o encerramento temporário das atividades turísticas. Os operadores de turismo têm solicitado informação sobre subsídios, baixas, flexibilização do pagamento de impostos e pagamento dos salários aos funcionários.

Recomendação IPDT:  Sendo este um dos temas mais sensíveis, o IPDT tem procurado sensibilizar os empresários para se candidatarem às linhas de apoio disponíveis. No mesmo âmbito, têm sido dados esclarecimentos sobre o acesso e preenchimento de documentos para pedidos à segurança social (exemplo: assistência à família).

Comunicação, decisões estratégicas e comportamento de mercado

Uma outra questão que está a preocupar o setor é a gestão da comunicação. Por esse motivo, o IPDT sublinha que as ações de comunicação devem manter-se regulares e devem visar a captação de fluxos turísticos após o surto de COVID-19. Por este motivo, sugere-se que sejam partilhados resumos de experiências e que haja investimento em escrita criativa, inspiradora e storytelling.

A comunicação deve também espelhar a promoção de meios de segurança – sobretudo ao nível da saúde – que será o principal fator a pesar na decisão do turista. É importante considerar que as redes sociais e os websites serão uma ferramenta essencial para trabalhar a retoma do turismo que acontecerá entre maio e junho. É fundamental promover a captação de fluxos turísticos nos mercados nacionais e de proximidade como Espanha, França, Reino Unido, entre outros.

Recomendação IPDT:  O IPDT está a monitorizar regularmente o desempenho dos mercados principais para Portugal. Tendo em consideração as conclusões dos últimos dias, o IPDT tem vindo a apoiar os empresários ao traçar projeções de desempenho dos seus principais públicos-alvo.

Neste campo, há uma orientação para a comunicação a adotar num momento de crise e uma definição clara da estratégia de mercado num momento de retoma.

Mais do que direcionar os empresários para a resolução da “crise”, o IPDT pretende reforçar a sua posição de que este break poderá ser essencial para planear o futuro do setor (exemplo: preparar as ferramentas para comunicar mais (e melhor) nas redes sociais).

Formação de Recursos Humanos

Os agentes turísticos devem procurar cursos e formações online que os possam auxiliar nas suas estratégias de comunicação e atuação futuras (exemplos: cursos de fotografia, edição de vídeo, gestão de Redes Sociais, gestão de Big Data; Marketing Digital…). Dicas sobre cursos, procedimentos e documentos úteis são as informações mais procuradas pelos operadores de turismo.

Recomendação IPDT:

Com a atual diminuição da atividade turística, o IPDT entende que este é o período ideal para se apostar na qualificação. Com base nas necessidades de cada um, o IPDT tem vindo a fazer um levantamento exaustivo de cursos online com interesse para os profissionais do turismo (línguas, gestão de redes sociais, marketing, comunicação, estratégia, gestão de RH…).

Saiba mais: IPDT esclarece dúvidas a empresários do Turismo através de linha telefónica

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *