Ryanair elimina taxa de alteração em todas as reservas de abril

Por a 16 de Março de 2020 as 16:38
Ryanair

O grupo Ryanair estima que as limitações de viagens impostas por vários países europeus devido ao surto de Covid-19 venham a ditar a “imobilização da maioria da sua frota” durante os próximos sete a 10 dias, motivo pelo qual decidiu eliminar a taxa de alteração para todas as reservas de voos para o próximo mês de abril.

“A Ryanair espera que o resultado destas restrições seja a imobilização da maioria da sua frota em toda a Europa, durante os próximos 7 a 10 dias. Por isso, queremos oferecer aos nossos clientes uma maior flexibilidade nas suas viagens programadas”, refere o grupo de aviação low cost em comunicado.

Neste sentido, os clientes das companhias do grupo Ryanair podem “alterar o seu voo sem custos para uma data no futuro”, uma vez que, explica o grupo, “a taxa de mudança de voo será totalmente eliminada”.

De acordo com o comunicado divulgado, os clientes terão apenas que pagar a diferença na tarifa, sendo que esta mudança de data de voo “só se aplicará à rota que os clientes já tinham reservado”. A Ryanair aconselha ainda os clientes a “não alterarem o seu voo para outra data em abril”.

O grupo Ryanair lamenta qualquer inconveniente causado aos seus clientes por “esta crise sem precedentes”, mas diz que a “segurança e bem-estar” dos seus trabalhadores e clientes é a sua prioridade, garantindo que vai continuar a trabalhar com as autoridades e que seguirá “todas as restrições de viagem que sejam impostas”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *