Coronavírus: Expositores da ITB Berlin têm de preencher declaração para ter acesso à feira

Por a 26 de Fevereiro de 2020 as 10:30

Devido ao coronavírus, a ITB Berlin, feira mundial de turismo que se realizará de 4 a 8 de março, anunciou esta quarta-feira, dia 26, uma nova medida dirigida aos expositores. Seguindo as instruções das autoridades locais de saúde pública, todos os expositores da ITB Berlin devem preencher uma declaração. Esta declaração é “uma condição para o acesso ao recinto de exposições e serve para identificar pessoas pertencentes a um grupo de risco COVID 19”, informa a feira.

Um dos critérios do grupo de risco é a estadia recente numa das áreas de risco: China (Província de Hubei, incluindo a cidade de Wuhan, e as cidades de Wenzhou, Hangzhou, Ningbo, Taizhou na província de Zhejiang; Irão: Província de Qom; Itália: Província de Lodi na região da Lombardia e a cidade de Vo na província de Pádua na região de Veneto; e Coreia do Sul: Gyeongsangbuk-do (Província de Gyeongsang do Norte)

A lista de áreas de risco é atualizada regularmente pelo Instituto Robert Koch. As atualizações podem ser encontradas no site: www.rki.de.

O outro critério de risco é ter estado nos últimos 14 dias, em contato com pessoas que deram positivo para uma infecção por SARS-CoV-2 ou ter um dos sintomas típicos, como febre, tosse ou dificuldades respiratórias.

Qualquer pessoa pertencente ao grupo de risco ou que se recuse a preencher a declaração não será admitida na ITB Berlin, informa a organização da feira.

Até agora, não foi imposta nenhuma restrição à entrada na Alemanha a cidadãos chineses, asiáticos ou italianos.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *