Passageiros da TAP voam para a Venezuela por outras companhias

Por a 18 de Fevereiro de 2020 as 15:17

A TAP está a reencaminhar os passageiros que voavam, esta terça-feira, para Caracas para outras companhias aéreas, depois de ter sido suspensa pelo Governo venezuelano durante 90 dias, indicou fonte oficial da empresa à Lusa.

“A TAP cumprirá a legislação em vigor, transportando, através de outras companhias aéreas, os passageiros que regressariam a Caracas no voo de hoje. A companhia está a avaliar soluções para os milhares de passageiros que tinham reservas nos voos seguintes”, adiantou a companhia aérea.

Esta segunda-feira, a TAP disse “não compreender” a suspensão por 90 dias de voos para a Venezuela que lhe foi aplicada e garante que esta é uma “medida gravosa”, que prejudica os passageiros.

“A TAP não compreende as razões desta suspensão da operação para a Venezuela por 90 dias, uma vez que cumpre todos os requisitos legais e de segurança exigidos pelas autoridades de ambos os países”, salienta fonte oficial da empresa.

“Trata-se de uma medida gravosa que prejudica os nossos passageiros, não tendo a companhia sequer tido hipótese de exercer o contraditório”, acrescenta a fonte oficial da companhia aérea.

Recorde-se, que o Governo venezuelano anunciou na segunda-feira a suspensão por 90 dias das operações no país da companhia aérea portuguesa, “por razões de segurança”, após acusações de transporte de explosivos num voo oriundo de Lisboa.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *