Coronavírus: Hotelaria de Macau vê ocupação descer para 16%

Por a 12 de Fevereiro de 2020 as 11:14

A taxa de ocupação da hotelaria macaense caiu para 16% devido ao impacto do coronavírus, que já fez mais de mil vítimas mortais na China e regista oito casos de contágio em Macau, informaram as autoridades locais, citadas pela Lusa.

A taxa de ocupação divulgada refere-se ao período entre 1 e 7 de fevereiro, quando 16 unidades de hotelaria encerraram devido à reduzida procura, de acordo com a chefe do departamento de licenciamento e inspeção da Direção dos Serviços de Turismo, Inês Chan.

A par da redução da ocupação da hotelaria, também os números das fronteiras macaenses ilustram bem a dimensão do problema, já que, revelou o chefe da divisão das Relações Públicas da Corporação da Polícia de Segurança Pública, Lei Tak Fai, entre 27 de janeiro e 11 de fevereiro, o número de entradas nas fronteiras de Macau desceu 91,2%.

A paralisação económica em Macau é um dos efeitos associados ao surto do coronavírus, num território que é apelidado de capital do jogo mundial, dependente do mercado turístico chinês, que recebeu quase 40 milhões de visitantes em 2019, a esmagadora maioria do interior da China.

Para além do encerramento dos casinos e de hotéis, o Governo de Macau ordenou o fecho dos estabelecimentos de diversão noturna, espaços públicos, cinemas e teatros e enviou para casa alunos e funcionários públicos, que trabalham à distância.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *