Governo aconselha que as “viagens não essenciais à China” sejam reponderadas

Por a 23 de Janeiro de 2020 as 12:23

O Governo publicou esta quinta-feira, 23 de janeiro, um aviso no Portal das Comunidades Portuguesas, no qual aconselha que se reponderem as “viagens não essenciais à China”, devido ao surto de pneumonia, causada por um novo coronavírus (2019-nCoV.), com epicentro na cidade de Wuhan, na província de Hubei.

“O número de casos confirmados, bem como de vítimas mortais, tem aumentado diariamente. Registam-se centenas de casos disseminados por diversas regiões da China (Wuhan, Guangdong, Pequim, Xangai, Macau, Hong Kong, etc..) e situações de contágio na Tailândia, no Japão, na Coreia do Sul e nos EUA”, lê-se no aviso publicado no Portal das Comunidades Portuguesas.

A informação publicada diz também que “foi implementada uma proibição geral de entrar ou sair da cidade de Wuhan”, onde o aeroporto se encontra encerrado, os transportes públicos deixaram de funcionar e as estradas foram cortadas.

“Nas presentes circunstâncias, afigura-se de reponderar a realização de viagens não essenciais à China”, aconselha o Governo, que recomenda também “atenção permanente ao constante evoluir da situação, bem como às informações divulgadas nos portais da Direção-Geral da Saúde, do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC) e da Organização Mundial da Saúde”.

Os viajantes são ainda aconselhados a efetuarem o registo das suas viagens na aplicação Registo Viajante e é também recomendado que os residentes “procedam à sua inscrição consular ou à respetiva atualização junto do posto com jurisdição sobre a área de residência”, caso ainda não o tenham feito.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *