Há 170 novos hotéis em pipeline até 2023 

Por a 21 de Janeiro de 2020 as 11:52

O investimento na hotelaria nacional bateu recordes no ano passado e as previsões mantém-se para 2020. Nos próximos três anos há perto duas centenas de projetos que prometem reforçar a oferta hoteleira no país, de acordo com  a última edição da revista Publituris Hotelaria. 
Se em 2018 o investimento imobiliário no setor hoteleiro surpreendeu tudo e todos ao atingir os 400 milhões de euros (+346% face a 2017), em 2019 espera-se que este valor ascenda aos 500 milhões de euros, um novo “recorde histórico”, prevê a consultora CBRE.

No que diz respeito ao crescimento da praça hoteleira no ano passado estima-se a abertura de entre 60 a 70 novos hotéis. Segundo a  Cushman & Wakefield foram concretizaram 60 inaugurações, num total de 3700 novos quartos, sendo que a maioria (52%) correspondem a uma classificação de cinco estrelas. “O crescimento da oferta irá continuar nos próximos anos, com 180 projetos com abertura prevista até 2022, e cuja capacidade ultrapassará os 15 mil quartos. Correspondem maioritariamente a hotéis de quatro e cinco estrelas (34% e 29% respetivamente)”, adianta a consultora.

Saiba mais: Torel Boutiques vai expandir portefólio com novas unidades

Segundo as contas da Publituris Hotelaria, há 170 novos projetos hoteleiros com abertura prevista até 2023 e, para este ano que agora inicia, há 74 hotéis que se deverão juntar à oferta nacional. As regiões do Porto e Norte e de Lisboa são as que lideram o ranking nacional com o maior número de unidades em pipeline. Destaque ainda para a zona centro que, face ao ano passado, registou um crescimento de novos projetos seduzindo mais investidores.

No capítulo das remodelações, contabilizam-se ainda 50 hotéis em processo de remodelação entre 2020 e 2021.

A lista detalhada dos novos projetos pode ser consultada na edição de janeiro da revista Publituris Hotelaria. 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *