easyJet com “crescimento positivo” no primeiro trimestre

Por a 21 de Janeiro de 2020 as 11:19

A easyJet registou, no primeiro trimestre do ano fiscal, que para a companhia aérea britânica terminou a 31 de dezembro, um “crescimento positivo”, que se traduziu no aumento da receita total em 9,9% e 2,8% nos passageiros transportados, que chegaram aos 22,2 milhões.

“Estamos satisfeitos por termos começado o ano dando continuidade ao crescimento positivo”, afirma Johan Lundgren, CEO da easyJet, citado num comunicado divulgado esta terça-feira, 21 de janeiro, pela companhia aérea low cost.

De acordo com a informação divulgada, a easyJet obteve, no primeiro trimestre deste ano fiscal, uma receita de 1,425 milhões de libras (cerca de 1,68 milhões de euros), montante que indica um aumento de 9,9% face a igual período do ano passado, enquanto a receita por passageiro aumentou 9,7%, chegando aos 1,124 milhões de libras (cerca de 1,32 milhões de euros). Já as receitas auxiliares cresceram 10,8% e chegaram aos 301 milhões de libras (cerca de 353,92 milhões de euros).

A nível operacional, a easyJet registou também resultados positivos, com o total de passageiros transportados a aumentar 2,8%, chegando aos 22,2 milhões de passageiros, o que resultou de um aumento de capacidade de 1,0%, para 24,3 milhões de lugares. O load factor também subiu 1,6 pontos percentuais, encerrando o trimestre nos 91,3%.

Na informação divulgada, a easyJet destaca ainda a receita por assento, que subiu 8,8%, “superando as expetativas” da companhia aérea, o que, aponta a easyJet, se deveu, entre outras razões, “ao forte desempenho em Berlim”, depois da otimização da rede, mas também a um impacto positivo da falência da Thomas Cook.

 

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *