Pirenéus franceses querem atrair mais portugueses com nova ligação aérea

Por a 27 de Novembro de 2019 as 16:09

Em abril deste ano, Lisboa passou a estar mais perto dos Pirenéus franceses com o voo direto da Ryanair que conecta o Aeroporto Humberto Delgado ao Aeroporto Tarbes Lourdes Pyrénées, às terças-feiras e sábados.

Depois de os voos terem registado uma média de 85% de ocupação, os responsáveis das estâncias de esqui dos Pirinéus N’PY, de Lourdes e do Aeroporto do destino esperam que o número de turistas portugueses ao destino aumente, tendo em conta que, actualmente, é um número muito residual. “Quase nenhum português vinha aos Pirinéus desde Lisboa de automóvel, era muito longe, mas agora com 1h20 de voo é muito mais fácil”, disse Bertrand Bilger, director-geral do Aeroporto Tarbes Lourdes Pyrénées, num encontro com a empresa e operadores turísticos, esta quarta-feira, em Lisboa.

A cerca de uma hora de distância do aeroporto, encontram-se oito estâncias de esqui dos Pirinéus, que contam com um serviço de shuttle desde a infra-estrutura aeroportuária por 15 euros ida, com reservas online. Para famílias, para todos os tipos de esquiadores ou para aqueles que são apenas amantes de destinos de neve, as estâncias dos Pirinéus, representadas pela N’PY, apresentam mais-valias para todos. Peyragudes, Piau, Grand Tourmalet; Pic du Midi; Luz Ardiden; Cauterets; Gourette e La Pierre St Martin são as estâncias de esqui que oferecem muito mais do que esqui, desde spas, sendo inclusive o primeiro destino de spas em França; passeios com cães em trenós; raquetes de neve; patinagem, entre outras.

“Os portugueses vão ficar muito satisfeitos porque as nossas estâncias são muito boas”, garante Charlène Calmano, responsável de eventos e parcerias da N’PY.

Nas proximidades encontra-se também um grande atractivo cultural e religioso, o Santuário de Nossa Senhora de Lourdes, um dos santuários marianos europeus a par do Santuário de Nossa Senhora de Fátima e um dos mais visitados em toda a Europa. Além do santuário, também o Castelo e o Museu Pirenaico podem ser motivo de visitação.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *