Neeleman quer vender a sua parte da TAP

Por a 26 de Novembro de 2019 as 15:00

David Neeleman, acionista da TAP, quer vender a sua parte do consórcio e pode mesmo já estar fora da empresa quando o grupo apresentar os resultados de 2019, segundo noticia o Jornal de Negócios.

De acordo com o mesmo jornal, em causa está o mal-estar com o parceiro de consórcio, Humberto Pedrosa, e com o Estado, devido aos resultados negativos da TAP.

O norte-americano é parceiro de Humberto Pedrosa na Atlantic Gateway, que possui 45% da TAP. Porém, Neeleman, indica o jornal, está já a fazer contactos com várias companhias aéreas europeias – entre elas, Lufthansa, British Airways, Air France e United – para aquisição da sua parte.

O consórcio está impedido de vender a sua parte durante cinco anos, mas a saída de David Neeleman não coloca este acordo, assinado em 2016, em causa. O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, tem acompanhado os contactos com os potenciais compradores.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *