A importância das agências de viagens acompanharem os orçamentos de viagem

Por a 24 de Outubro de 2019 as 15:00

As agências de viagens recebem muitos pedidos de orçamentos de potenciais clientes diariamente, no entanto, nem todos irão gastar dinheiro e comprar as viagens. Acredito que as agências de viagens podem e devem acompanhar esses orçamentos, preferencialmente de uma forma automatizada, para que possam converter mais clientes. Os avanços tecnológicos têm proporcionado excelentes meios para que as agências de viagens possam automatizar o acompanhamento aos orçamentos que fornecem diariamente. Um acompanhamento automatizado garante que todos os esforços foram efetuados para converter todos os orçamentos.

Portanto, os potenciais viajantes foram à agência de viagens e a agência forneceu-lhes um orçamento de viagem. A relação entre a agência de viagens e o potencial viajante não pode terminar aí, as agências de viagens precisam de um processo consistente de acompanhamento dos orçamentos para conseguir converter um potencial cliente num cliente efetivo. Enviar emails de acompanhamento e fazer chamadas em momentos estratégicos é uma parte essencial do processo. O processo de acompanhamento deve ser definido pelas agências de viagens para ser mais agressivo ou mais agradável, mas deverá sempre ser um misto de emails, SMS e chamadas telefónicas, ou inclusive interação nas redes sociais, para garantir que todos os esforços são efetuados na conversão desses mesmos orçamentos.

As agências de viagens têm que se assumir como organizações de vendas, e em cada organização de vendas uma das coisas mais importantes é o CRM (Customer Relationship Management). Os clientes são essenciais para qualquer negócio e é necessário recolher e organizar os seus dados, e é por isso que investir num CRM é provavelmente a melhor maneira de o fazer. No final do dia, usando um CRM, as agências de viagens podem entender melhor os seus clientes, aumentar as suas vendas e elevar o nível de satisfação do seus clientes.

Há muitos benefícios em usar um CRM, como:
• Organizar todas as informações do cliente;
• Definir uma comunicação “standardizada;”
• Melhorar o serviço ao cliente;
• Melhores dados analíticos e relatórios;
• Automatizar tarefas diárias.

Vários sistemas de CRM têm características e ferramentas para um acompanhamento automatizado. Alguns dos maiores players do mercado são o Hubspot, Pipedrive, Keap, entre outros.

Como conclusão, posso dizer que as agências de viagens têm usado muita tecnologia nas últimas décadas, fornecidas por diversas empresas que aprimoraram os seus processos, fluxos de trabalho e os seus negócios. No entanto, o mundo evolui todos os dias a um ritmo crescente e as agências de viagens têm de acompanhar esse ritmo.
Historicamente, o rácio entre o orçamento e a compra é baixo e acredito que, com estas ideias de um acompanhamento automatizado, as agências de viagens podem elevar essa proporção para números mais altos e aumentar a sua receita. Além disso, com um CRM em funcionamento, as agências de viagens poderão assumir seu papel como vendedores e reestruturar sua organização para entender melhor os seus clientes e fornecer-lhes um melhor serviço.

*João Taborda Head of Sales  TTS – Travel Technology & Solutions
**Artigo publicado na edição de 11 de outubro do Publituris.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *