Revive: Castelo de Vila Nova de Cerveira adjudicado a Eurico da Fonseca

Por a 22 de Outubro de 2019 as 16:59

O concurso Revive relativo ao Castelo de Vila Nova de Cerveira já foi concluído e foi adjudicado a Eurico da Fonseca, que vai investir cerca de três milhões de euros na recuperação do edifício para a abertura de uma unidade hoteleira, com um mínimo de quatro estrelas, segundo comunicado da Secretaria de Estado do Turismo.

De acordo com a informação divulgada, a proposta que venceu o concurso “atingiu praticamente o triplo do valor base do concurso, correspondendo a uma renda anual de 33.500 euros anuais (o valor base estava fixado em 13.260 euros)”.

O hotel, que deverá ter um mínimo de quatro estrelas, tem abertura prevista para o final de 2021 e deverá contar com 41 quartos, além de restaurante e ginásio, acrescenta a informação divulgada.

O Castelo de Vila Nova de Cerveira é um castelo medieval de estilo gótico, construído em 1320 por ordem do rei D. Dinis, que alberga a antiga Igreja da Misericórdia, a antiga Casa dos Governadores, a cadeia e outros anexos. Entre 1982 e 2008, o complexo foi adaptado a Pousada.

Com o Castelo de Vila Nova de Cerveira, passam a ser 11 os imóveis adjudicados ao abrigo do Programa Revive, o que representa um investimento de 103 milhões de euros. Atualmente, estão também abertos concursos para a concessão do Mosteiro de Lorvão, em Penacova, do Forte da Ínsua, em Caminha, do Mosteiro de São Salvador de Travanca, em Amarante, e do Paço Real de Caxias, em Oeiras.

Recorde-se que Eurico da Fonseca desenvolveu o projeto do Palácio de São Bento da Vitória, no Porto.

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *