Air France é “fortemente contra” a ecotaxa anunciada pelo governo francês

Por a 9 de Outubro de 2019 as 16:33

O CEO do Grupo Air France /KLM, Ben Smith, declarou segunda-feira, 7 de outubro, estar “fortemente contra” a ecotaxa anunciada pelo governo francês, que vai começar a ser aplicada a todos os voos com partida de França, a partir do início do próximo ano.

“Estamos fortemente contra esta taxa por múltiplas razões, a principal é que esta taxa não vai ser investida no desenvolvimento de formas mais sustentáveis de voar, vai ser investida nos nossos concorrentes diretos, comboios e estradas”, disse o responsável, durante uma conferência de imprensa que decorreu no aeroporto de Schiphol, em Amesterdão, no âmbito das comemorações do 100.º aniversário da KLM.

Ben Smith considerou ainda que esta taxa vai ser “introduzida por razões erradas”, defendendo que o governo francês devia procurar outras soluções que ajudassem a garantir um futuro menos poluente na indústria da aviação, em vez de taxar as companhias aéreas.

Recorde-se que o governo francês anunciou, em julho, a intenção de criar uma taxa ambiental que será aplicada a todos os voos com partida de França, com exceção dos voos com destino à Córsega e territórios franceses ultramarinos, cuja receita vai ser aplicada em infraestruturas de transportes mais ecológicos, como o transporte ferroviário.

A taxa deverá ter um valor de 1,5 euros em classe económica e de nove euros em executiva, enquanto nos voos para fora da União Europeia a taxa é de três euros em classe económica e 18 euros em executiva.

A ecotaxa vai ser aplicada aos voos de todas as companhias aéreas e deverá gerar receitas na ordem dos 182 milhões de euros por ano.

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *