Governo acompanha impacto da situação da Thomas Cook em Portugal

Por a 23 de Setembro de 2019 as 12:30

O Governo português está a acompanhar “de perto e em permanência” o impacto da suspensão das operações da Thomas Cook no país.
Segundo a Secretaria de Estado do Turismo (SET),  “estão a ser feitos pontos de situação com as diversas regiões, em particular no Algarve e na Madeira, e com operadores turísticos, no sentido de apurar os efeitos da falência do operador turístico Thomas Cook em Portugal, quer sobre os turistas, quer sobre as empresas portuguesas”.
Segundo informação da embaixada britânica, divulgada pela SET, há 500 pessoas afetadas no Algarve com esta situação.
Já no que toca a turistas portugueses que tenham adquirido pacotes da Thomas Cook, a Secretaria de Estado indica que foram já acionados os mecanismos de informação e apoio ao consumidor.
Recorde-se que o mercado do Reino Unido tem estado a exibir um comportamento  positivo, com um crescimento de +5,8% de hóspedes até julho, em particular no Algarve (+7,3% de hóspedes até julho).
Neste sentido, “Portugal continua empenhado em manter e reforçar a competitividade e acessibilidade ao destino e às regiões turísticas, bem como em transmitir confiança aos consumidores, pelo que estamos a acompanhar a situação com a máxima atenção”, garante ainda a Secretaria de Estado do Turismo.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *