INE: Mercados brasileiro e norte americano em destaque no mês de julho

Por a 16 de Setembro de 2019 as 12:35

O crescimento da atividade do alojamento turístico arrefeceu em julho. No total, foram contabilizados 2,8 milhões de hóspedes (+5,4%) e 8,2 milhões de dormidas (+2,2), uma subida inferior face aos valores registados em junho (+10,0% e +6,1%  pela mesma ordem), de acordo com os dados divulgados pelo INE esta segunda-feira, 16.

A hotelaria, que representa uma fatia de 82,2% do total de dormidas, viu as mesmas serem aumentadas em  0,8%. Salto maior foi dado nos estabelecimentos de Alojamento Local (AL), com um peso de 14,5% nas dormidas totais, e que subiram 11,4%. Já as dormidas referentes aos turismos no espaço rural e de habitação (peso de 3,2%) aumentaram 2%.

As dormidas de residentes cresceram 2,7% (+12,0% em junho) e as de não residentes aumentaram 2,0% (+3,7% no mês anterior). A estada média fixou-se em 2,89 noites registando também uma quebra de  -1,9% nos residentes e -3,6% nos não residentes.

A taxa líquida de ocupação (60,0%)  recuou 1,7 p.p. (+0,3 p.p. em junho). Contas feitas ao sétimo mês do ano, e os proveitos totais aumentaram 6,2% (+11,8% em junho), atingindo 537,8 milhões de euros. Os proveitos de aposento (417,6 milhões de euros) cresceram 5,1% (+12,7% no mês precedente).

“O rendimento médio por quarto disponível (RevPAR) situou-se em 70,9 euros (+0,7%, +6,9% no mês anterior) e o rendimento médio por quarto ocupado (ADR) também desacelerou, correspondendo a 107,6 euros (+1,2%, +6,2% no mês anterior)”, adianta a nota informativa do INE.

Brasileiros e norte-americanos com maior crescimento

Nos dados conhecidos esta segunda-feira, estão em destaque as performances dos mercados brasileiro e norte americano (quotas de 5,9% e 5,7%, respetivamente) com aumentos de 18,3% e 10,3% em julho, Também as dormidas dos hóspedes chineses dispararam 15,6% e as dos irlandeses 11,7%.

Do outro lado, em qued,a estiveram o mercado alemão (-3,8%) e o francês (-0,6%).

“Os dezasseis principais mercados emissores representaram 87,2% das dormidas de não residentes nos estabelecimentos de alojamento turístico em julho”, explica o INE.

Norte com boa performance

Em julho, registaram-se aumentos das dormidas em todas as regiões com exceção da RA Madeira (-4,1%). O Norte destacou-se com um crescimento de 11,8%, salientando-se também os acréscimos registados no Alentejo (+3,3%), AM Lisboa e RA Açores (+2,3% em ambas as regiões). O Algarve concentrou 36,8% das dormidas registadas no país neste mês, seguindo-se a AM Lisboa (quota de 22,6%)

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *