Ryanair: fecho das bases no sul da Europa pode afetar até 1,4 milhões de lugares

Por a 14 de Agosto de 2019 as 13:04

O possível encerramento das bases da Rynanair em Tenerife Sur, Las Palmas, Girona e Faro afectará 1,4 milhões de lugares em voos programados para o primeiro semestre de 2020.
As contas são da Mabrian Technologies que mediu o impacto desta decisão em cada um dos destinos.
Segundo o estudo da consultora, as Ilhas Canárias “são, sem dúvida, o destino mais afetado”. “São mais de 949.000 lugares em causa no primeiro semestre de 2020 para os aeroportos de Tenerife Sur e Las Palmas”. O aeroporto de Faro, no Algarve, “também sofreria uma grande quebra”, diz empresa, com 360 mil de lugares afetados. Girona, por outro lado, seria o aeroporto menos afetado (99 mil lugares).
Em termos de mercados de origem e a possível redução de lugares, o mercado britânico seria o mais afetado, com mais de 530 mil lugares, seguido pelo mercado espanhol com mais de 253 mil lugares e o mercado alemão com quase 172 mil lugares.

Veja aqui o estudo.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *