Greve dos motoristas: “Não são previsíveis perturbações” na hotelaria do Algarve

Por a 12 de Agosto de 2019 as 14:34

O Algarve não registou até, ao momento, qualquer problema relacionado com a falta de abastecimento de combustíveis aos hotéis e empreendimentos turísticos da região, derivado à greve dos motoristas de matérias perigosas que teve início esta segunda-feira, dia 12 de agosto.

Contactada, a Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) diz não ter conhecimento de nenhuma perturbação, nem cancelamento de reservas causado pela greve dos motoristas.

“Não são previsíveis perturbações nos próximos dias, uma vez que todos os empreendimentos se precaveram, atempadamente, quer em matéria de combustíveis, quer com produtos alimentares”, refere o presidente da AHETA, Elidérico Viegas.

“A AHETA tem em funcionamento um serviço directo de acompanhamento aos seus associados, desenvolvido em colaboração e articulação com as autoridades competentes, destinado a resolver e ultrapassar algum constrangimento que possa surgir na sequência da greve”, garante.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *