Mal-estar nos A330neo leva tripulantes da TAP a admitirem greve

Por a 8 de Julho de 2019 as 17:04

A TAP já registou mais de uma dezena de casos em que os tripulantes se sentiram mal a bordo dos novos aviões A330-900neo, mal-estar que continua por explicar e que está a levar os tripulantes da companhia de bandeira nacional a ponderarem avançar para greve, caso o problema não seja resolvido rapidamente.

De acordo com o Dinheiro Vivo, que cita uma nota do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), a greve está já a ser ponderada, caso a TAP não apresente garantia de que a situação vai ser resolvida.

“Caso a TAP não mostre garantias de que o problema pode ser resolvido em pouco tempo seremos obrigados a ponderar a convocação de uma greve”, lê-se na nota citada pelo Dinheiro Vivo, que aponta que os sintomas relatados incluem tonturas, vómitos, enjoos, desorientação, ardor nos olhos, cansaço extremo e até sensação de desmaio.

Entre as reivindicações do sindicato está a realização de uma análise biológica aos tripulantes, de forma a saber se o problema está a ser causado pela “falta de oxigénio na cabine”, como já chegou a ser avançado.

Já a Airbus, fabricante dos aparelhos, diz que a “investigação extensiva e análise desenvolvidas por uma entidade independente e um reconhecido laboratório demonstraram sistematicamente a ausência de contaminação tóxica do ar”, garantindo apenas que “não há risco para a saúde dos tripulantes ou passageiros”.

Numa primeira reação, em junho, a TAP atribuiu o problema a “alguns odores do equipamento de ar condicionado”, considerando a situação “normal em aeronaves novas”, já que o  cheiro “desaparece logo após as primeiras utilizações”.
No entanto, a comunicação social tem vindo a relatar vários testes que não permitiram identificar qualquer irregularidade técnica, sendo também de estranhar que o problema apenas esteja a acontecer a bordo dos aparelhos da TAP, já que não há relatos de situações idênticas nas outras transportadoras que também voam nos novos A330neo.

Recorde-se que a TAP foi a companhia aérea de lançamento dos novos aviões A330neo e conta, atualmente, com seis aviões A330-900neo, prevendo receber mais 13 destes aparelhos até ao final do ano.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *