Vila Galé concorre a novo projecto hoteleiro na Bahia

Por a 23 de Junho de 2019 as 18:09

O Governo português vai exportar o programa Revive para o Brasil, concretamente para o estado da Bahia e o grupo hoteleiro Vila Galé já tem em vista um projecto para o desenvolvimento de um novo hotel no âmbito do respectivo programa.
O anúncio foi feito por Jorge Rebelo de Almeida, presidente do Grupo Vila Galé, durante a inauguração do Vila Galé Collection Elvas – Historic Hotel, Conference & Spa, a 34ª unidade do portefólio do grupo, que tem 25 unidades em Portugal e nove no Brasil.
Em questão está um concurso para a exploração e requalificação do Palácio Rio Branco, em Salvador da Bahia, antiga sede do governo da Bahia e ue data de 1549. O edifício está situado na Praça Tomé de Sousa, onde também se encontram a Prefeitura da cidade, a câmara municipal e o Elevador Lacerda . Segundo Rebelo de Almeida, o projecto apresentado pelo grupo ao governo baiano prevê um hotel com 107 quartos e a preservação do museu que atualmente funciona no edifício. Quando, e se o projecto for aprovado, o grupo português prevê um período de construção de 15 meses e um investimento total de 42 milhões de reais.
No Brasil, a Vila Galé tem em desenvolvimento um hotel na cidade de São Paulo e um resort na Costa do Cacau, no sul da Bahia. Este último encontra-se parado por estar em processo de delimitação de terras indígenas, algo que o empresário prevê que se resolva positivamente em breve.
Em Portugal, o grupo hoteleiro tem em desenvolvimento as unidades de Manteigas e Alter do Chão, cujas aberturas estão previstas para o primeiro trimestre de 2020. Já aprovado esta o projecto de expansão de 40 quartos do recém aberto Vila Galé Douro Vineyards, que atualmente conta com apenas sete quartos.
Contudo, o investimento do segundo maior grupo hoteleiro não se fica por aqui. Além de aguardar resposta para uma proposta apresentada na ilha de São Miguel, nos Açores, para o desenvolvimento de uma unidade hoteleira, a Vila Galé é uma das oito empresas selecionadas para o concurso ao Quartel da Graça, em Lisboa, também integrado no programa Revive. Jorge Rebelo de Almeida não descura ainda a possibilidade de concorrer a uma nova versão do concurso Revive para o Convento de São Francisco, em Portalegre, onde identifica potencial turístico.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *