60% dos portugueses mente sobre as férias

Por a 18 de Junho de 2019 as 13:24

Um estudo realizado pelo motor de busca Jetcost.pt apurou que 60% dos portugueses mente sobre as férias e 31% sobre o destino que visitou, existindo ainda mentiras sobre a qualidade do alojamento, o tempo que fez nas férias ou mesmo a quantidade de álcool que beberam.

Segundo um comunicado enviado à imprensa pela Jetcost.pt, o estudo, que incluiu inquéritos realizados a três mil cidadãos europeus, entre os quais se encontravam 500 portugueses, começou por perguntar aos inquiridos se tinham mentido ou exagerado sobre qualquer aspeto passado nas suas férias e 60% respondeu que sim.

Entre as mentiras mais comuns estão o tempo que fez no destino, apontada por 36% dos inquiridos, seguindo-se as mentiras sobre o próprio destino, que foram admitidas por 31% dos indivíduos, bem como sobre a qualidade do alojamento, sobre a qual 26% admitiu já ter mentido.

Mas também é normal existirem mentiras sobre o montante de dinheiro gasto nas férias, o que foi apontado por 24% dos indivíduos, bem como sobre a quantidade de álcool ingerida, mencionada por 20% dos inquiridos, assim como sobre visitas turísticas e atividades culturais realizadas, opção que foi indicada por 16% dos indivíduos.

“A todos os entrevistados que participaram na pesquisa também foi perguntado se teriam dito a um amigo ou familiar como tinham desfrutado nas suas férias mais do que realmente tinham e uns 71% reconheceu que sim, além disso, 57% reconheceu que não comentaria com ninguém que as suas férias tinham sido um fracasso”, refere ainda a Jetcost.pt.

Entre os portugueses, 36% admitiu ter mentido por vergonha de dizer onde tinha estado nas férias, enquanto 30% disse que queria apenas impressionar, existindo ainda 17% de inquiridos que mentiram porque não foram de férias para nenhum lugar e 11% que admitem ter mentido porque queriam ser como os outros.

Quanto ao alvo das mentiras, 35% disse que foram os colegas de trabalho e 28% os amigos, ainda que em 10% os casos também os parentes tenham sido enganados. Do total de portugueses que mentiram sobre o destino, 31% disse que tinha viajado para o continente americano, enquanto 26% optou por apontar a Europa e 20% a América do Sul. Já a Ásia e a África recolheram 12% e 9% das preferências, respetivamente.

“10% daqueles que tinham mentido sobre onde tinham ido de férias, chegaram ao ponto de postar uma imagem falsa nas redes sociais”, acrescenta ainda a Jetcost.pt.

A nível europeu, os portugueses foram os terceiros que mais admitiram ter mentido sobre as férias, com uma média de 60%, valor que sobe para os 68% entre os espanhóis e para os 65% no caso dos italianos. Já os britânicos são os quartos que mais mentem sobre as férias, com 58% de respostas nesse sentido, seguindo-se os franceses, com 47%, enquanto os alemães ocupam o sexto lugar, com 45% a admitir ter já mentido sobre as férias.

 

 

Um comentário

  1. Cristina Luz

    21 de Junho de 2019 at 4:05

    Não entendo. Não será mais facil assumir a realidade? Que sociedade complicada.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *