Opinião| Importância do Turismo Jovem

Por a 11 de Junho de 2019 as 9:38

Turismo jovem; neste momento todos estarão a pensar em viagens de finalistas para o Sul de Espanha, com frigoríficos atirados para a piscina, muito alcool, … mas nem sempre é assim, aliás estes casos são excepções, pela experiência que temos nos Hostels Hub (www.hostelshub.com).
Segundo estudos mais ou menos recentes o turismo jovem irá atingir os 300 milhões de chegadas em 2020 e segundo a WYSE Travel Confederation apresenta algumas características que o tornam bastante atrativo, nomeadamente um gasto por estada (não por noite) superior ao turismo tradicional (devido a estadias mais prolongadas) e sobretudo que o turista jovem é mais propenso a retornar a um destino acrescentando mais valor ao longo da sua vida.
É sobre este segundo ponto que devíamos focar a nossa atenção e entender todos, começando pelo Governo/Turismo de Portugal, mas também pelas associações do sector e pelas empresas que a atração de turismo jovem permitirá dar-lhes uma primeira experiência no destino Portugal. Até pode ser numa camarata a 15 euros por noite com um grupo de colegas da escola, mas que o mesmo cliente poderá voltar acompanhado para um quarto duplo ou mesmo para um apartamento se voltar com a família, diversificando os meios de alojamento procurados e também o tipo de experiência (e consequentemente diferentes parceiros de animação turística).
Mas devemos apenas pensar no turismo jovem como Pólo de captação destes primeiros viajantes? Creio que não. Existe uma outra forma de chegar a eles que é a atração de estudantes internacionais para as nossas universidades e politécnicos, algo que começa a dar os primeiros passos em Portugal mas que a nossa vizinha Espanha entendeu que seria uma forma de dar a conhecer o país (e já agora, equilibrar as contas das universidades) tendo recebido em 2010 (há quase 10 anos) 700 000 estudantes estrangeiros. Alguém fez contas no país vizinho não só ao aumento das receitas diretas como também das indiretas, nomeadamente quando familiares ou amigos vieram visitar estes estudantes? Basta que tenham vindo três pessoas visitá-los para dar um incremento superior a 2 milhões de novos visitantes (ou pelo menos com outra motivação). Imaginem quanto será hoje a importância deste segmento nos nossos vizinhos aqui do lado.
Verdade seja dita é que, embora tarde, algumas regiões já entenderam a importância deste turismo – http://www.studyinlisbon.pt/ e estão em processo de desenvolvimento pelo que importa dar agora maior reconhecimento ao turismo jovem que não vem estudar, mas apenas desfrutar do nosso país.Assim sendo, é fundamental uma maior dinamização na captação do segmento jovem (já definido como estratégico), onde, privados possam, em parceria com o sector público, buscar novos turistas para o nosso país.
Recordem que estes jovens, alguns deles com menos de 18 anos terão em média pela frente mais 60 para consumir turismo… então que o façam no nosso país.

*Por Nuno Constantino, Hostels HUB
Artigo publicado na edição de 24 de maio do Publituris

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *