StayOver Fátima-Tomar: o Médio Tejo quer seduzir turistas

Por a 7 de Maio de 2019 as 18:19

São treze os concelhos que estão a piscar o olho aos turistas: Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha. A campanha StayOver Fátima-Tomar quer atrair mais visitantes para o Médio Tejo e, para isso, está a oferecer descontos, experiências  e entrada gratuitas nos mais de 100 parceiros da iniciativa, até dia 15 de setembro.

A campanha, apresentada oficialmente esta terça-feira, dia 7, é promovida pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo ( CIMT ) através de parcerias com unidades de alojamento, empresas de animação, restaurantes e agentes turísticos e comerciais da região e conta com o co-financiamento do  programa Portugal 2020.

O projeto nasceu “tendo em conta uma realidade de desintegração” assume Nuno Lopes, diretor da Idotur, spin-off da Universidade de Aveiro especializada no desenvolvimento de projetos de investigação aplicada e de consultoria estratégica na área do Turismo e parceiro da iniciativa. O responsável revela que a estada média na região é de 1,8 noites, indicador que o programa ambiciona ver crescer. “Reconhecemos que há um problema de fixação na região. As pessoas ficam, em média, entre 14 a 18 horas em Fátima e muitas não pernoitam”, admite.

Fátima e Tomar representam, atualmente, 85% da procura sendo as “duas porta de entrada para o fluxo turístico que se pretende direccionar para os outros municípios”, esclarece  Anabela Freitas, presidente da CIM do Médio Tejo.

“Queremos aumentar a permanência, aumentar o número de visitantes e o número de nacionalidades que nos visitam. Queremos que a restauração, a hotelaria, os serviços e o comércio possam beneficiar desta estratégia”, enumera Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal.

Trocar pontos por experiências e descontos

A  campanha é válida para reservas feitas diretamente com as unidades de alojamento parceiras, para estadas superiores a duas noites e que decorram até dia 15 de setembro, último dia da iniciativa. Após a reserva, é atribuído ao cliente um cartão com ‘experience points’, ou seja, um crédito que pode ser trocado por experiências, descontos ou entradas em museus até à altura do check-out.

Os pontos são calculados tendo em conta o valor pago pela estadia: cada euro pago pelo quarto é multiplicado por 18 e convertido em pontos. que são depositados no ‘StayOver Card’, documento digital, único e intransmissível.

No fundo, o StayOver Fátima-Tomar pretende “converter clientes em troca de mimos”, define Nuno Lopes. Através do site da campanha é possível consultar todos os parceiros aderentes.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *