CTP está preocupada com “impacto negativo” da crise energética no Turismo

Por a 17 de Abril de 2019 as 14:58

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) está preocupada com os efeitos da greve dos motoristas de matérias perigosas que se encontra em curso e considera que a mesma pode trazer um “impacto negativo ao Turismo e à economia nacional, sobretudo na semana da Páscoa, época tradicionalmente muito procurada pelos portugueses para gozo de férias”.

“Os prejuízos desta greve são evidentes para os portugueses que visitam as suas famílias nesta altura do ano, para os turistas que enfrentam dificuldade para chegar aos seus destinos de férias, para os hotéis e operadores de viagens que estão sob uma ameaça grave de fuga de turistas”, considera Francisco Calheiros, presidente da CTP, citada num comunicado enviado à imprensa.

O presidente da CTP apela ainda “ao entendimento rápido das partes envolvidas”, assim como ao governo “para a eventual necessidade de alargar o período de requisição civil”, caso a greve dos motoristas de matérias perigosas se mantenha.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *