50 ideias para o Turismo | A especialização focada nos benefícios ao cliente

Por a 5 de Abril de 2019 as 13:13

Com a generalização do acesso à informação, o comportamento do consumidor passou a ser muito vincado no preço, sem questionar, muitas vezes, no valor ou benefício que determinada transação lhe possa trazer. É uma realidade que leva as empresas a trabalhar hoje num ambiente bastante feroz e, em alguns setores, com impacto significativo na sua rentabilidade. É inevitável, como também, uma consequência das dinâmicas negociais B2C dos dias de hoje.

Entretanto, as empresas foram agregando valor ao seu produto para conseguirem crescimentos do preço médio, melhor rentabilidade e capacidade concorrencial, sem abdicar do uso de dinâmicas agressivas ao estímulo à compra.
A ideia, ou a reflexão, que aqui trago, está relacionada com o valor agregado que uma agência de viagens tradicional poderá adicionar ao seu negócio, considerando que vende um serviço, para que este não seja apenas sustentado no preço, mas principalmente num serviço ao cliente, que permita performances de melhor preço médio e de melhor rentabilidade. Uma vez que o nosso mercado é de pequena dimensão, penso que a especialização no produto, por si só, não será uma opção. Mas, acredito numa especialização focada nos benefícios ao cliente, baseada num atendimento personalizado e conhecedor dos valores que o cliente mais valoriza para a sua viagem. Desta forma, permitiria oferecer ao cliente, dentro do seu orçamento, opções que atinjam um bom nível de satisfação e onde o fator preço, por si só, não seja considerado o fator principal. Isto, sem abdicar das agressivas dinâmicas de preço que cada produto já pratica no mercado.

Por Francisco Teixeira, CEO da Melair Cruzeiros

No âmbito da celebração dos seus 50 anos, o Publituris convidou uma figura do setor a lançar uma “Ideia para o Turismo”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *