Cabo Verde Airlines anuncia voo diário para Lisboa a partir de 1 de Julho

Por a 14 de Março de 2019 as 20:02

A Cabo Verde Airlines vai passar a realizar voos diários entre Lisboa e a Ilha do Sal, em Cabo Verde, a partir de 1 de Julho, revelou esta quinta-feira, 14 de março, Mário Chaves, CEO interino da companhia aérea, à margem de uma apresentação na BTL 2019.
“O mercado português vai ser servido com voo diário. É o único destino que temos a ser servido com voo diário. O voo diário será a partir de 1 de Julho, como tivemos no ano passado”, disse o responsável, explicando que a operação representa “um aumento relativamente ao Sal para Lisboa, não de Cabo Verde para Lisboa”.
“Hoje, temos um voo diário misturado entre Praia e Sal. Em relação ao Sal, há um aumento de três frequências e meia, porque inclui uma perna, para sete frequências. Mas, como disse, é o que operámos no ano passado”, sublinhou.
Questionado sobre as expectativas da companhia, Mário Chaves afirmou que “o ano passado mostrou que havia mercado para isso” e acrescentou que a “ocupação está a crescer”, daí que a Cabo Verde Airlines esteja confiante.
“A nossa ocupação está a crescer, a privatização aconteceu agora, as ações de marketing vão arrancar. É normal que o mercado não estivesse estabelecido, havia dúvidas de que isto iria acontecer. Agora que há certezas, estamos confiantes com todas as ações de marketing que estamos a fazer”, destacou.
Depois da privatização, que aconteceu a 1 de março passado e tornou a Loftleidir Icelandic, do Grupo Icelandair, dona de 51% da Cabo Verde Airlines, a companhia aérea está agora focada na expansão do hub internacional no Sal, com o responsável a adiantar ainda que o objetivo é chegar aos 12 destinos internacionais e passar a deter uma frota de “seis ou sete aviões”, até 2020.
“Internacionalmente, vamos ter 12 destinos, a frota está planeada e já chegou”, disse Mário Chaves, explicando que a companhia já está a operar “dois aviões da Icelandair em regime de wet lease” e tem outro pronto para entrar ao serviço em abril, depois do retro-fit e da pintura, enquanto o quarto deverá chegar em breve, sendo todos Boeing 757.
Além da frota, a Cabo Verde Airlines prepara-se para abrir também novas rotas, com Mário Chaves a revelar que, em África, a companhia vai “servir Luanda e Lagos” e, na Europa, está “agora a lançar dois destinos em Itália”, concretamente Roma e Milão, enquanto nos EUA se prepara para “abrir Washington”, planos que se devem concretizar em setembro/outubro, para o próximo inverno IATA-

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *