Boeing desvaloriza depois de queda de avião na Etiópia

Por a 11 de Março de 2019 as 16:29

As acções da Boeing chegaram a cair, no arranque da sessão desta segunda-feira, 11 de março, quase 13%, na sequência da queda de um avião B737, da companhia aérea Ethiopian Airlines, que se despenhou este domingo, 10 de março, matando todos os 157 tripulantes e passageiros.

De acordo com o ECO, a queda dos títulos da Boeing, o maior fabricante aeronáutico norte-americano e um dos maiores do mundo, eliminou quase 300 pontos do Dow Jones, num dia que ficou marcado por ganhos para as principais empresas norte-americanas.

Na sequência do acidente deste domingo, a China e a Indonésia anunciaram já que vão proibir voos com aviões Boeing 737 Max 8, o mesmo modelo do aparelho acidentado e que também já tinha protagonizado outro grave acidente no final de 2018, causando 189 vítimas mortais.

Apesar do arranque negativo, na parte da tarde a Boeing tinha conseguido já reverter uma parte das perdas iniciais e estava a recuar 7,98%, para uma cotação de 388,81 dólares por ação.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *