Ilha do Sal vai ter capacidade para 750 mil turistas em três anos

Por a 19 de Novembro de 2018 as 11:12

O autarca da ilha cabo-verdiana do Sal, Júlio Lopes, estima que, dentro de três anos, seja possível receber 750 mil turistas por ano, mais 250 mil do que a média de turistas que chegam anualmente à ilha, num aumento de capacidade que vai resultar da entrada em funcionamento das cinco unidades hoteleiras que estão, actualmente, em construção.

“Só esses hotéis em construção já representam um salto importante em termos de oferta turística e há vários outros projectos em pipeline”, avançou o edil à Lusa, indicando que os investimentos que estão a ser feitos em pelo menos cinco hotéis representam mais de 20% da oferta actual.

Júlio Lopes prevê mesmo que, dentro de seis anos, seja possível chegar a uma capacidade de um milhão de turistas, ainda que para isso sejam necessários “mais alguns investimentos”, além da resolução do problema dos terrenos.

“É imperioso que os terrenos sejam desbloqueados para que possa haver mais investimentos e possamos rapidamente atingir esse objectivo de um milhão de turistas”, acrescentou o responsável à Lusa, defendendo também investimentos ao nível do saneamento, requalificação urbana, apoio à habitação e erradicação dos bairros de barracas, sem esquecer o reforço transportes marítimos inter-ilhas.

Segundo o Instituto Nacional de Estatísticas (INE), Cabo Verde recebeu 716 mil turistas no ano passado, num crescimento de 11,2% relativamente ao ano anterior. A Ilha do Sal foi a mais procurada em todo o arquipélago, com 47,9% das entradas nos estabelecimentos hoteleiros, seguida da Boavista, com 28,8%, e de Santiago, com 10,9%.

O Governo cabo-verdiano estima receber 1,14 milhões de turistas por ano no final da legislatura, em 2021, e tem um Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável do Turismo, em que prevê receber 3.15 milhões de turistas até 2030.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *